Campo

Foto: Divulgação Até 16 de dezembro os produtores rurais e entidades socioassistenciais podem se cadastrar no PAA Até 16 de dezembro os produtores rurais e entidades socioassistenciais podem se cadastrar no PAA

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) prorrogou para o dia 16 de dezembro o prazo para que os produtores rurais e entidades socioassistenciais se cadastrem no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), conhecido como Compra Direta da agricultura familiar. 

De acordo com o diretor de Empreendedorismo Rural, Adenieux Rosa Santana, o prazo encerraria nesta quarta-feira, 30, mas foi estendido para que os agricultores e instituições possam ter mais tempo de organizarem a documentação necessária para o cadastro. “O objetivo é alcançar um número maior de beneficiários, especialmente nos municípios que até o momento ainda não incluíram. Para nós, é muito importante a participação das prefeituras nesse processo”, disse o diretor. 

Participação 

Para participar do PAA, o produtor precisa ter a Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP), e se dirigir a um dos escritórios do Ruraltins, mais próximo da sua localidade. Podem aderir ao programa agricultores familiares tradicionais, assentados da reforma agrária, extrativistas, piscicultores, pescadores artesanais, indígenas, integrantes de comunidades remanescentes de quilombos rurais, demais povos e comunidades tradicionais. 

Cada agricultor pode comercializar até R$ 6.500 durante o ano com o programa. Em 2016, o PAA já beneficiou mais de 200 mil pessoas com risco nutricional, atendidas nas 761 entidades da rede socioassistencial cadastrada, sendo liberado um total de R$ 5,3 milhões a 1.270 agricultores beneficiados em 112 municípios do Estado.