Educação

Foto: Divulgação

A segunda etapa da aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 será realizada nesse sábado e domingo, 3 e 4 de dezembro. No Tocantins, 3.070 participantes devem fazer a Avaliação, que acontecerá em quatro municípios. 

Em Araguaína estão inscritos para realizar a prova, neste fim de semana, 1.599 participantes. A avaliação será no Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (Itpac). Em Porto Nacional 900 participantes realizam o Exame no Itpac Porto. Em Miracema, a avaliação acontece com 452 participantes no Colégio Tocantins. Em Tocantinópolis os 119 inscritos realizam o Exame no Centro de Ensino Médio Deputado Darcy Marinho.

Dos 75.544 inscritos para o Exame no Tocantins, apenas 3.070 não realizaram as provas que aconteceram em novembro devido às ocupações dos câmpus da UFT de Araguaína, Miracema, Porto Nacional e Tocantinópolis.

Provas

Com os mesmos critérios da primeira avaliação, no Estado, os portões abrirão às 11h e fecharão ao meio-dia, conforme o horário brasileiro de verão. 90 questões sobre Ciências humanas e Ciências da natureza serão aplicadas neste sábado, 3. Os participantes terão quatro horas para realizar a prova. 

No domingo, 4, além das 90 questões que serão aplicadas sobre Linguagens e códigos e  Matemática, os participantes deverão redigir a Redação.  O Exame no domingo terá duração de cinco horas.

Conforme o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), responsável pela aplicação das provas, a apresentação do cartão de confirmação nos dias do Exame não é obrigatória, entretanto, o documento tem informações valiosas para os participantes, tais como: número de inscrição, data, local e horário de realização das provas, opção de língua estrangeira, necessidade de atendimento especializado ou específico (quando houver).

Para realizar a redação e preencher o cartão de respostas, o candidato terá de usar caneta esferográfica transparente de tinta preta, já que outras cores de tinta impossibilitam a leitura óptica do cartão. Não é autorizado o uso de celular ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objeto com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o final do exame. 

As provas serão diferentes das aplicadas em novembro, mas, conforme o Inep, será mantido o mesmo nível de dificuldade, o que garantirá a isonomia entre os candidatos. Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na página do Inep e no aplicativo do Enem, até o terceiro dia útil seguinte ao de realização das últimas provas. Segundo o Ministério da Educação, em todo o País aproximadamente 277.624 mil participantes farão a prova neste fim de semana.