Araguaína

Foto: Marcos Filho

Representantes do Conselho Municipal dos diretos da Criança e do Adolescente de Araguaína (CMDCA) irão destinar valores do Fundo da Infância e Adolescente (FIA) para ajudar no custeio da instalação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Pediátricas que serão implantadas no Hospital Municipal Eduardo Medrado.

O anúncio foi publicado na resolução nº 18/2016 do Diário Oficial do Município nº 1200, de 11 de novembro, com base na lei municipal nº 2.777/2011, alterada pela Lei 3002/2016.

Recentemente o CMDCA e a Associação das Mães que Amam (AMA), tiveram um encontro com representantes de entidades, empresários e contadores para tirarem dúvidas de como realizar as doações ao fundo e também sobre o custeio para a instalação e manutenção da UTI Pediátrica na cidade, agora veio a decisão por unanimidade. 

Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica 

O hospital municipal já possui uma estrutura física adequada para que seja implantada a UTI.  No local já existe seis leitos. Segundo a analise do secretário Municipal da Saúde, Jean Coutinho, há necessidade de aumentar essa quantidade para dez, visando melhorar o atendimento para a sociedade.

O projeto da UTI Pediátrica elaborado pelo Município traz layout moderno, com paredes brancas e decoração que contribui para o tratamento humanizado. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), esse layout colabora com a recuperação.

Além de doações como a do FIA, após a instalação da UTI Pediátrica, o custeio com manutenção terá contrapartida de 50% do Ministério da Saúde (MS), 25% do Estado e 25% do Município.