Empregos e Serviços

Foto: Carlessandro Souza

“Em nossas investigações, constatamos que grande parte dos envolvidos em acidentes de trabalho apresentavam problemas decorrentes de sua vida pessoal ou conjugal, andavam cabisbaixos ou, ainda, haviam confidenciado problemas pessoais aos colegas de trabalho”, dessa forma, o palestrante e representante do Sistema Nacional de Emprego (Sine) do Tocantins, Evandro Souza da Silva, iniciou nesta sexta-feira, 9, a palestra “O impacto da violência doméstica ao acidente do trabalho”, alertando os colaboradores do Grupo Ferrer para as diversas maneiras em que a violência doméstica pode influenciar no rendimento e na segurança do trabalhador.

A palestra, que aconteceu no auditório do hotel Spazio Bela Data, integra a Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (Sipat), promovido pelo Serviço especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt) do Grupo Ferrer e ocorreu de 5 a 9 de dezembro.

Na ocasião, o palestrante apresentou as principais causas de conflitos domésticos, assinalou os preceitos da Igualdade Jurídica, e da Lei Maria da Penha, alertando para as diversas formas de violência doméstica e familiar.

Joane Silva Nascimento, pedreiro, 36 anos, disse que a palestra serviu para esclarecer sobre diversos fatores que influenciam no agravamento dos problemas familiares. “Às vezes chegamos com a cabeça tão cheia de problemas que não damos muita atenção ao que fazemos e isso é muito perigoso. Temos que resolver logo os problemas de casa para trabalharmos mais tranquilos”, afirmou o trabalhador.

Sipat

A Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (Sipat) é o período em que são realizadas atividades direcionadas a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais. Com normas da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), é obrigatório em todas as organizações e instituições; acontece uma vez por ano, e por ser considerado curso e treinamento deve ser realizado dentro do horário de trabalho.