Campo

Foto: Divulgação

Oito mil quatrocentas e cinco famílias moradoras de 129 assentamentos da Reforma Agrária no Tocantins, distribuídas em 39 municípios das regiões, norte, sul, central e sudeste do Tocantins, receberão os serviços de assistência técnica e extensão rural, do Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins). Esse trabalho faz parte da Chamada Pública do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que o Ruraltins saiu vencedor em sete lotes, com recursos a serem aplicados no valor de mais de R$ 15,6 milhões. 

Para atender as metas dessa chamada, de 12 a 16 de dezembro, o Ruraltins promove em Natividade e Gurupi, simultaneamente, o Seminário Nivelamento Conceitual, que tem por objetivo apresentar aos extensionistas e agricultores as ações a serem desenvolvidas em cada localidade e como será a prestação do serviço. 

De acordo com a extensionista e integrante da equipe organizadora, Cássia Borges, o encontro será a primeira atividade da Chamada. “O seminário visa apresentar a proposta de trabalho do Ruraltins para que as ações comecem já no inicio de 2017. Será o momento para nivelar todas as informações referentes à Chamada, tais como, descrição e metodologia proposta para as metas e serviços, cronograma de execução das atividades, quais atividades previstas, além de outros temas”, disse a extensionista. 

O seminário tem duração de 40 horas/aula, e irá contar com palestras, atividades coletivas e prática de campo. “Neste primeiro momento os trabalhos são referentes aos lotes 10 e 11 dos dois municípios. Em Natividade serão beneficiados 16 projetos de assentamentos com 672 famílias, já em Gurupi serão 17 projetos de assentamentos e 1.114 assentados”, ressaltou Cássia Borges, acrescentando que lotes são as áreas estabelecidas para a prestação do serviço. 

Para atender o contrato com o Incra, em Natividade o Ruraltins contará com 11 técnicos e em Gurupi com a participação 16 técnicos. 

Chamada Pública

A Chamada Pública tem por objetivo a prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural às famílias de Projetos de Assentamento Federais criados pelo Incra, como forma de promover a segurança alimentar e nutricional, a inserção no processo produtivo de forma estruturada,  focada no desenvolvimento rural sustentável. O período de execução será de 12 meses. 

Municípios atendidos

Ao todos serão atendidos os seguintes municípios: Araguaína, Arapoema, Araguaçu, Babaçulândia, Filadélfia, Nova Olinda,  Palmeirante, Piraquê, Wanderlândia, Araguatins, Augustinópolis, São Bento do Tocantins,  Axixá , Carrasco Bonito, Itaguatins, Praia Norte, Sampaio, São Miguel do Tocantins , Sítio Novo, Couto Magalhães, Goianorte, Pequizeiro, Recursolândia, Rio dos Bois, Santa Maria, Tupiratins, Chapada da Natividade, Dianópolis, Natividade, Santa Rosa, São Valério , Taguatinga, Araguacu, Dueré, Figueirópolis, Peixe, Talismã, Arogominas,  Muricilandia, Gurupi  e Santa Fé do Araguaia.