Estado

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (Sisepe/TO), protocolará nesta próxima quarta-feira, 14, às 08h30, na Assembleia Legislativa, pedido de impeachment contra o governador do Estado, Marcelo Miranda (PMDB). A campanha ‘Impeachment Já: Tchau, Marcelo!’ que pede que o chefe do Executivo seja afastado por atos ilegais e crimes de responsabilidade, foi lançada no dia 27 de outubro e tem à frente o presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro.

Desde que saiu do papel, o movimento ganhou voluntários rapidamente. A meta de dez mil assinaturas foi ultrapassada e 13.723 cidadãos em 17 cidades assinaram o documento que pede a saída do governador. Os voluntários que colaboraram com a campanha visitaram comércios, feiras e entidades privadas em todo o Tocantins. O movimento também ganhou força nas redes sociais onde 1.764 usuários curtiram a página oficial da campanha no Facebook.

A base para o pedido, fundamentada juridicamente, afirma que o governador Marcelo Miranda vem cometendo inúmeros crimes de responsabilidade como: desrespeito à Lei Orçamentária Anual (LOA), não empregando recursos vinculados no Orçamento à finalidade específica; a aplicação inadequada dos recursos do Fundeb; descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF); apropriação indébita dos valores das consignações no contracheque dos servidores públicos referentes aos empréstimos consignados, Brasilcard, Plansaúde, Igeprev e mensalidades dos filados à Sindicatos e Associações; descumprimento da legislação vigente no que tange aos Planos de Carreiras dos servidores públicos; sucateamento das viaturas, delegacias de polícia e falta de efetivo para atender à população, gerando um caos na segurança pública; falta de remédios, gases, luvas, condições de trabalho e até alimentação para pacientes, acompanhantes e servidores dos hospitais do Tocantins.

“O movimento contou com o apoio da sociedade tocantinense, não apenas entidades ou sindicatos. Coletamos as assinaturas para respaldar um desejo da população que está indignada com as ações que comprovam o descaso do governador com o povo do Tocantins e também com os servidores. Acreditamos que os deputados estaduais levarão isso em conta e saberão tomar uma decisão que faça valer a vontade da população”, explica o autor do pedido, Cleiton Pinheiro.

Cleiton Pinheiro 

Além de presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro é o atual presidente da Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST-TO), da Associação dos Servidores da Secretaria da Administração (ASSECAD) e vice-presidente da Federação Interestadual dos Servidores Públicos Estaduais e Municipais (FESEMPRE).