Polí­tica

Foto: Divulgação Joaquim Maia teve 54,30% dos votos, um total de 16.988 votos válidos Joaquim Maia teve 54,30% dos votos, um total de 16.988 votos válidos

O vereador de Palmas pelo Partido Verde, Joaquim Maia, eleito em 2012, será diplomado prefeito de Porto Nacional nesta quinta-feira, 15. A cerimônia está marcada para 16 horas, no Centro Cultural Durval Godinho. 

Em outubro desse ano, o pevista derrotou o atual prefeito de Porto Nacional, Otoniel Andrade (PSDB), obtendo 54,30% dos votos, um total de 16.988 votos válidos. Ele assumirá a prefeitura do município para o quadriênio 2017/2020. 

O pevista elegeu-se prefeito pela coligação "União Por Mudança", formada pelos partidos PRB / PT / PMDB / PSL / DEM / PSDC / PMB / PSB / PV / PSOL / PROS / PEN. 

Seu principal adversário na oportunidade, Otoniel Andrade, que obteve 13.923 votos (44,50%), disputou representando a coligação "Porto Nacional Cada Vez Melhor", com o apoio dos partidos PSDB / PR / PP / PDT / PTB / REDE / PTN / PSC / PPS / PRTB / PMN / PTC / PRP / PPL / SD / PSD / PHS. 

Em terceiro lugar na disputa pelo paço de Porto nacional ficou o candidato Capitão Diógenes (PCdoB) com 376 votos (1,20%), representando a coligação "Frente de Resistência Popular de Porto Nacional", com os partidos PC do B / PT do B.

Porto Nacional tem atualmente 37.014 eleitores.

Perfil

Joaquim Maia Leite Neto nasceu em Porto Nacional/TO. É filho de Dona Nikita e do senhor Zuíno Maia. Mudou-se para Brasília aos 14 anos para estudar. Voltou ao  Tocantins em 1997 para morar em Palmas.

Joaquim Maia é casado e pai de duas filhas. É engenheiro civil, graduado pela Universidade de Brasília e pós-graduado em Saneamento Ambiental e em Engenharia de Manutenção pela Universidade do Tocantins.

O futuro prefeito de Porto Nacional também trabalhou na Companhia de Saneamento do Tocantins (Saneatins) onde foi gerente operacional e gerente de Manutenção em Palmas.