Polí­cia

Foto: Divulgação

Policiais Civis da Delegacia Fazendária de Araguaína, sob a coordenação do delegado José Rérisson Macedo Gomes recuperaram, na última terça-feira, 27, cerca de R$ 50 mil em jóias e demais produtos, os quais haviam sido roubados de uma mulher, no final da tarde do dia 24 de dezembro, naquela cidade.

Conforme o delegado, os objetos pertencem a uma senhora que é de Palmas e estava visitando a cidade de Araguaína, quando foi surpreendida por dois indivíduos portando armas de fogo que após anunciar o assalto, obrigaram a mulher a entregar todos os seus pertences, incluindo uma bolsas de marca caras e varias joias.

Após alguns dias de investigação, os policiais civis da Delegacia Fazendária identificaram os autores e recuperaram boa parte dos itens roubados. Ainda conforme o delegado, como já não havia mais a situação de flagrante, os dois indivíduos foram indiciados pelo crime de roubo e, inicialmente, responderão ao processo em liberdade, conforme determina a lei.

O delegado e sua equipe trabalham agora, no sentido de localizar o restante das joias roubadas a fim de restituí-los a sua verdadeira dona. Todo o material recuperado foi periciado e devolvido à vítima, que ficou muito feliz ao reaver seus pertences, elogiando a agilidade e eficiência da Polícia Civil do Tocantins devido ao desfecho satisfatório do caso.

“Quando tomamos conhecimento do crime, passamos a diligenciar de forma incessante até podermos localizar os autores e recuperar os produtos roubados e, assim, devolve-los a mulher, no menor espaço de tempo possível”, pontuou o delegado.

Logo que ficou sabendo que seus pertences haviam sido recuperados pela Polícia Civil, à vítima procurou a delegacia e, ao receber suas coisas de volta, agradeceu pelo empenho e dedicação dos policiais civis. “Esse reconhecimento ao trabalho realizado, nos deixa muito orgulhosos e nos motiva a cada vez mais buscar a excelência nas investigações a fim de que possamos resolver todos os crimes que ocorrem no Estado e, desta maneira, corresponder a toda a confiança que a população deposita nas ações realizadas pela Polícia Civil”, ressaltou o delegado.