Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta segunda-feira, 2 de janeiro, o balanço de fim de ano da Operação Integrada "Rodovida", realizada de forma ininterrupta de 16 de dezembro de 2016 até 5 de março de 2017.

O balanço corresponde ao período de 23/12/2016 a 01/01/2017 (natal e réveillon) e destaca-se que: cerca de 2700 pessoas foram fiscalizadas pela PRF; mais de 2200 foram abordados e fiscalizados; 520 Autos de Infração foram lavrados (multas) e 24 pessoas foram detidas ao serem flagradas cometendo algum crime. 

Nesse período, foram registrados no âmbito das rodovias federais que cortam o Estado do Tocantins, 31 acidentes. Quando comparado com o mesmo período do ano anterior (23/12/2015 a 01/01/2016), verifica-se que o número de acidentes registrados aumentou, no entanto, constata-se uma redução no número de vítimas fatais e pessoas feridas:

De 23/12/2016 a 01/01/2017, foram registrados pela PRF, 31 acidentes,  29 pessoas feridas e 4 vítimas fatais. De 23/12/2015 a 01/01/2016, foram registrados pela PRF, 29 acidentes com 32 pessoas feridas, 7 vítimas fatais

Acidentes 

Segundo a PRF, o elevado número de acidentes apresenta-se como decorrência da reiterada conduta imprudente adotada por alguns condutores, nesse sentido observa-se o alto número de pessoas flagradas realizando manobras de ultrapassagem em local proibido, sendo registrados 101 autos de infração, no período 23/12/2016 a 01/01/2017, um número 5 vezes maior que no mesmo período do ano anterior.

No mesmo caminho, destaca-se que 18 pessoas foram flagradas dirigindo sob influência de substância alcoólica, sendo 4 dessas presas em flagrante e conduzidas para Delegacia da Polícia Civil.

A PRF esclarece que o condutor flagrado realizando ultrapassagem em local proibido é autuado com multa no valor de R$ 1.467,35, além de 7 pontos na CNH. Vale lembrar também que o condutor flagrado dirigindo sob influência de álcool receberá multa no valor de R$ 2.934,70 e 7 pontos na carteira, além de ter sua CNH suspensa por 12 meses, sanção também aplicada ao condutor que se negar a realizar o teste de etilômetro.

Com sua atuação intensiva a PRF contribuiu para a redução do número de pessoas feridas e vítimas fatais, tornando o tráfego pelas rodovias federais que cortam o Estado do Tocantins mais seguro, não obstante, a PRF alerta que um trânsito seguro depende principalmente dos usuários das rodovias, sendo fundamental o respeito a todas as normas de trânsito, principalmente respeitando os limites de velocidade, não realizar de manobras de ultrapassagem em local proibido e não associar o consumo de substâncias alcoólicas com direção de veículo.