Economia

Foto: Divulgação

O varejo tocantinense cresceu 6% em novembro de 2016, em relação a outubro, de acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira, dia 10. O resultado se destaca por ser a maior taxa de variação do aPís, na série com ajuste sazonal do volume de vendas. Em seguida, vem o Estado da Paraíba com crescimento de 3,8%.

O cenário de crescimento foi percebido em quase todo o País. A pesquisa aponta que o movimento das vendas em relação ao mês anterior, neste caso outubro de 2016, foi positivo para 23 das 27 unidades federativas. O desempenho favorável se deve, principalmente, aos ramos de produtos alimentícios, supermercados, artigos de uso pessoal e doméstico, móveis, eletrodomésticos e equipamentos de escritório, informática e comunicação.

Em síntese, o desempenho foi o melhor no Brasil frente às perdas acumuladas entre julho e outubro. “O avanço das vendas percebido em novembro pode ser justificado pelo aumento nas compras em função da Black Friday e da proximidade com o Natal”, explica o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.

Comparação anual

Apesar do número positivo na comparação mensal, o resultado anual não foi favorável para o Tocantins. A taxa de variação do volume de vendas de novembro de 2016 em relação ao mesmo mês de 2015 apresentou queda de 5,4%. No país, o confronto anual registrou recuo pelo vigésimo mês seguido, com queda de 3,5% no varejo.

Lista

Confira, abaixo, a lista com os cinco estados que tiveram maior crescimento no volume de vendas em novembro de 2016 (comparação mensal) com seus respectivos resultados:

1º Tocantins: 6%

2º Paraíba: 3,8%

3º Roraima: 3,8%

4º Santa Catarina: 2,9%

5º Amapá: 2,8%

Por: Redação

Tags: Fecomércio, IBGE, Itelvino Pisoni