Saúde

Foto: Divulgação Ministro da Saúde, Ricardo Barros Ministro da Saúde, Ricardo Barros

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, vem a Palmas nesta sexta-feira, 13, para entregar a reforma e ampliação do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) e ministrar palestra a gestores públicos do Estado. A agenda do ministro no Tocantins está prevista para iniciar às 14 horas e inclui visita ao Hospital Geral de Palmas (HGP) e inauguração de sede própria de Unidade Básica de Saúde da Capital. 

No HGP, o ministro vai conhecer a estrutura do maior hospital público do Tocantins, que passa por ampliação. A obra já tem 54% do projeto executados e prioriza a entrega do bloco de internação, o que vai possibilitar a retirada do anexo provisório e o acolhimento dos pacientes em um local com melhor acomodação. A obra, que deve ser entregue ainda neste semestre, está orçada em mais de R$ 84 milhões e vai oferecer mais 200 leitos de internação.

No Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), prédio anexo ao Instituto Médico Legal (IML), o ministro vai conhecer a nova sede que passou por ampliação, adequação e reforma. “O SVO funcionava dentro de uma sala em que vários profissionais realizavam atendimento no mesmo espaço. Agora temos uma recepção maior para acolher as famílias com mais humanização, banheiros para usuários, banheiro adaptado para portador de necessidades especiais, sala para os médicos patologistas, outra sala específica para o atendimento familiar da equipe de serviço social e psicologia, repouso dos técnicos em necropsia e espaços específicos”, explica Luzia Rodrigues Nogueira, gerente do SVO. A obra custou R$ 879.749,17 e foi subsidiada com recursos de custeio para reforma e ampliação oriundos do Ministério da Saúde. 

Vigilância do Óbito

O SVO é um serviço especializado na investigação de causas de óbitos naturais mal definidos por meio de exames médicos necroscópicos. Diferente dos Institutos Médicos Legais (IML), que investigam óbitos por causas externas mediante requisição de autoridade policial, o SVO esclarece óbitos por causas naturais mal definidas somente mediante requisição médica, após consentimento de familiares de primeiro grau.

As ações desenvolvidas pelo SVO no Tocantins contribuem para a qualificação dos serviços de saúde, através da vigilância epidemiológica sobre a qualidade da assistência médica na rede de saúde e sobre as informações de mortalidade.  Atualmente as sedes do SVO,  em Araguaína e Palmas, realizam em média, de 250 a 300 necropsias por ano.

Palestra

No fim da tarde, no auditório do Palácio Araguaia, o ministro se reúne com prefeitos, gestores em saúde e autoridades e profere palestra com o tema: Reflexão sobre as ações da saúde.

A programação da visita está prevista para iniciar às 14 com visita ao HGP.