Polí­cia

Foto: Divulgação

Nessa quarta-feira, 18, por volta das 23h57, no Km 160 da BR-153, no município de Araguaína/TO, durante fiscalização de rotina realizada pela equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi abordado o veículo VW/GOL 1.0, conduzido pelo Sr. W. M. da S., de 33 anos. O condutor apresentou CNH, a qual após verificação constatou-se ser falsa. 

Em consulta observou-se que o documento apresentado remete-se a documentos falsos emitidos por organização criminosa alvo da operação Galezia, deflagrada pela Polícia Civil do Estado do Pará, que apura fraudes na obtenção de carteiras de habilitação.

Conforme declaração do próprio envolvido o mesmo pagou a uma Auto Escola localizada no município de Marabá/PA cerca de R$ 2.000,00 (dois mil reais) pela habilitação.  Ademais, o condutor não sabe ler e nem escrever e que nunca residiu no Estado do Pará. Informou ainda que não realizou prova alguma do processo de habilitação.

Desta feita, o condutor foi preso em flagrante com base no Art. 304 do Código Penal, uma vez que fez uso de documento falsificado. Sendo então conduzido para Central de Flagrantes.

Moto Roubada 

Durante fiscalização realizada nessa quarta-feira, 18, no Km 663 da BR-153, no município de Gurupi/TO, a equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordou, por volta das 12h07, o veículo Honda/CG 150 Titan KS conduzido pelo Sr. R. F. R., de 23 anos.

Em relação ao veículo, o condutor alegou que viajou até a cidade de Vianópolis/GO onde teria adquirido a motocicleta de um particular pelo valor de R$ 1.200,00 reais. Questionado se tinha conhecimento que o veículo era proveniente de roubo, respondeu que não, disse que o vendedor teria lhe informado que se tratava de veículo "Finan".

Conforme registros, o roubo do veículo foi comunicado no dia 15 de janeiro de 2017, no município de Vianópolis/GO.

Ademais, durante a fiscalização foi encontrado e apreendido uma faca portada pelo condutor.

Diante dos fatos, o condutor foi preso em flagrante pelo crime de receptação, sendo então ele e o veículo conduzidos para a Delegacia de Central de Flagrante de Gurupi/TO.