Araguaína

Foto: Marcos Filho  Próxima reunião foi marcada para o dia 14 de fevereiro Próxima reunião foi marcada para o dia 14 de fevereiro

Com o objetivo de alavancar os negócios de setores que implementam a economia de Araguaína, a Prefeitura convidou entidades e associações para discutir sobre a retomada da Feira de Negócio, Indústria e Agroindústria do Estado do Tocantins (Feniagro). Reunião foi realizada na tarde desta segunda-feira, 6, com a participação de representantes do Sindicato Rural (SRA); Associação Comercial e Industrial de Araguaína (SRA); Sebrae, Fecomércio e do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU).

Com nova roupagem, uma das novidades para a retomada da feira nesse ano é juntar com a etapa do Circuito ExpoCorte, que há três anos Araguaína recebe, e o evento da Associação dos Criadores do Manga Larga Marchador. Além de ter exposições na área de arquitetura e urbanismo.

O secretário municipal de Planejamento, Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico, Júnior Marzola, explicou que o objetivo da secretaria é elaborar uma agenda, um calendário de eventos e trazer as entidades para atuarem em parceria com a Prefeitura. “Como uma Semana de Rodada de Negócios, uma Feira dos Lojistas, Festival do Chambari e outras ações podem ser implementadas”, afirmou.

“Então pensamos em propor a retomada da Feniagro. Com uma nova roupagem, trabalhar uma feira de negócios para agroindústria, agronegócio, arquitetura e engenharia. Estamos dispostos a repensar, a reformular a Feniagro”, explicou o secretário.

Ficou definida uma próxima reunião, no dia 14 de fevereiro, para dar continuidade na organização da feira. A previsão é de que a Feniagro seja realizada em outubro.

Capital Econômica

Para o presidente da Aciara, Márcio Parente, a realização novamente da Feniagro mostra que Araguaína é a capital econômica do Tocantins. “Nós vamos surgir uma nova feira, na qual vamos colocar e agrupar todos os sindicatos e associações do nosso comércio de Araguaína. Nós vamos mostrar que juntos somos mais fortes, que realmente Araguaína é mais forte e é a capital econômica do Tocantins”, declarou.

Mais parcerias

O gerente do Sebrae/Araguaína, Wolney Nóbrega de Andrade, explicou que como a feira está sendo construída como uma feira de negócios, tem a cara do Sebrae. “O Sebrae pensa em quê? Pensa no desenvolvimento do nosso município, no desenvolvimento da nossa região e principalmente no desenvolvimento das pequenas empresas da nossa cidade, da nossa região. Então, o Sebrae vê isso com bons olhos, isso casa com a missão do Sebrae, casa com que o Sebrae prega, e nós estamos aqui pra ser parceiros”, afirmou.

“Estamos fazendo uma feira de negócios, tem que pensar no agro, tem que pensar nas indústrias, tem que pensar no contexto, ela não tem dono, é uma feira para Araguaína crescer, melhorar. E a gente precisa disso; então é uma feira pra vir e ficar”, é o que afirmou o presidente do SRA, Roberto Paulino da Silva.

O representante da Associação dos Criadores do Manga Larga Marchador do Tocantins, Zildomar Dias de Almeida, também participou da reunião e falou sobre a proposta de se realizar um evento da sua entidade dentro da Feniagro.

“Para a associação é um evento de grande valia, haja visto que vai dar uma visibilidade muito grande para a nossa associação, e muito mais para a nossa cidade, para a nossa região, o nosso Estado” disse. “Para nós criadores da associação é muito importante porque vai fomentar a criação do marchador, difundir o marchador do Tocantins e dar uma visibilidade para a nossa cidade, para o nosso Estado a nível de Brasil”, finalizou Almeida.