Meio Ambiente

Foto: Fernando Alves Óleo usado e descartado nos pontos de coletas da Semarh será utilizado em oficina para fabricação de sabão Óleo usado e descartado nos pontos de coletas da Semarh será utilizado em oficina para fabricação de sabão

O óleo de cozinha recolhido nos pontos de coleta instalados pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Tocantins (Semarh), em Palmas/TO, será utilizado para a realização da primeira oficina de fabricação de sabão ecológico. A ação realizada pelos técnicos da Diretoria de Desenvolvimento Sustentável da Semarh acontece no próximo dia 23, às 16h, na sede da Fazenda da Esperança Feminina, situada na região norte da capital.

Segundo o técnico de Educação Ambiental da Semarh, Ricardo Mendes, o sabão ecológico é produzido com óleo de cozinha inservível. “É aquele óleo que foi utilizado e agora será descartado. Com a instalação dos pontos de coleta, o nosso objetivo é evitar o descarte incorreto nas residências, pois geralmente as pessoas jogam na pia e o destino acaba sendo as galerias de águas pluviais”, explicou.

A oficina é voltada para as internas da Fazenda da Esperança. “Além da sustentabilidade vamos trabalhar com a questão social também. Com a oficina estamos levando uma atividade que pode ser facilmente adotada pelas pessoas atendidas pela entidade”, explicou o técnico.

Projeto

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, por meio da Diretoria de Desenvolvimento Sustentável, desenvolveu o projeto de Coleta de Óleo de Cozinha Usado com pontos fixos que recebem o material descartado. A ação integra o Programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P).

O primeiro ponto foi implantado na sede da Semarh, o segundo na Secretaria Estadual de Administração (Secad) e o terceiro foi colocado no Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). A meta é implementar, ainda este ano, um total de 20 pontos de coleta apenas na capital, além de outros municípios, como Paraíso e Palmeirópolis, que já formalizaram parceria com o Governo do Estado.

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas nos telefones