Geral

Foto: Divulgação

Faleceu na noite dessa terça-feira, 28, o jornalista Iberê Barroso, 83 anos, após sofrer uma parada cardíaca. Iberê sofria de Alzheimer e estava internado há 18 dias no Hospital Geral de Palmas (HGP) para tratar de um enfisema pulmonar, sendo, posteriormente, diagnosticado com tumor no pulmão. 

Os rins de Iberê também apresentaram problemas. O corpo do jornalista foi liberado na manhã desta quarta-feira, 1° de março, está em funerária e a partir das 12 horas, acontece o velório, na Câmara de Palmas. O enterro será no cemitério de Taquaruçu. 

Iberê era carioca, mas já estava no Tocantins há mais de 20 anos. O Sindicato dos Jornalistas do Tocantins lamentou o falecimento. Segundo o sindicato, foram quase 50 anos dedicados ao jornalismo. "Ganhador de dois prêmios Esso, se orgulhava de ter passado pelo “Pasquim” e de ter convivido de perto com os dias de terror da ditadura. Veio para o Tocantins logo após a criação do Estado e ajudou a desbravar o que hoje é a capital Palmas". 

Ainda de acordo com o Sindjor, Iberê recebia a todos com carinho, adorava uma prosa e trabalhar era o seu ofício. "E compartilhar conhecimentos, tanto é que possui um grande acervo de livros em sua casa. Se despede da vida deixando saudades naqueles que tiveram a oportunidade de convívio e de ouvir suas histórias e risadas". 

A Câmara da Capital, através do presidente Folha Filho, também lamentou a morte do jornalista. "Neste momento de dor, em nome dos parlamentares e servidores desta Casa de Leis, manifesto os sentimentos e desejo à família e amigos força para superar este momento de dor". 

A Secretaria Estadual de Comunicação (Secom/TO) informou que Iberê contribuiu para a criação de alguns dos primeiros periódicos locais, como o Correio do Tocantins e o Jornal Stylo. "Atuou também como pioneiro na Secretaria de Comunicação e no cerimonial do Governo do Tocantins. Sempre deixando como marca do seu trabalho o profissionalismo e a  dedicação", segundo a pasta. 

O Conselho Regional de Administração do Tocantins (CRA/TO), encaminhou nota informando que o jornalista trabalhou diretamente com o Conselho, ajudando fortemente na consolidação do CRA/TO. "Iberê Barroso foi cerimonialista dos eventos do Conselho e conquistou fama pela competência e dedicação. O CRA-TO manifesta seu sentimento de luto e pesar. Que Deus conforte os familiares e amigos por essa inestimável perda". 

O deputado Wanderlei Barbosa (SD) também lamentou e disse que Iberê foi um profissional que ajudou a escrever a história do Tocantins. "A Deus peço que dê ao nosso amigo o merecido repouso eterno em seu reino, manifesto os sentimentos e desejo a família e amigos força para superar este momento de dor". 

Confira notas de pesar na íntegra 

Sindjor 

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins (SINDJOR-TO) recebeu com tristeza e consternação a informação da morte do jornalista Iberê Camargo, aos 83 anos. Ele estava no Tocantins desde 1989, trabalhou na assessoria de comunicação de vários órgãos e ajudou a divulgar o novo Estado pelos quatro cantos do País.

Foram quase 50 anos dedicados ao jornalismo. Ganhador de dois prêmios Esso, se orgulhava de ter passado pelo “Pasquim” e de ter convivido de perto com os dias de terror da ditadura. Veio para o Tocantins logo após a criação do Estado e ajudou a desbravar o que hoje é a capital Palmas. Se encantou com as belezas locais, e fez de Taquarussu sua grande bandeira. Era o carioca mais tocantinense que já se viu por aqui.

Recebia a todos com carinho, adorava uma prosa, trabalhar no seu ofício e compartilhar conhecimentos, tanto é que possui um grande acervo de livros em sua casa. Se despede da vida deixando saudades naqueles que tiveram a oportunidade de convívio e de ouvir suas histórias e risadas.

A diretoria 

Câmara de Palmas 

A Câmara Municipal de Palmas lamenta profundamente o falecimento de Iberê Barroso e Silva, pioneiro da comunicação um dos expoentes do jornalismo tocantinense, que faleceu na noite dessa terça-feira, 28. Dono de dois prêmios Esso de Jornalismo, Iberê adotou o Tocantins e mais propriamente Taquaruçu, um dos amores de sua vida!

Neste momento de dor, em nome dos parlamentares e servidores desta Casa de Leis, manifesto os sentimentos e desejo à família e amigos força para superar este momento de dor.

Vereador José do Lago Folha Filho

Presidente da Câmara Municipal de Palmas

Secom/TO

Pioneiro no Tocantins, o carioca e jornalista Iberê Barroso e Silva, parte nessa quarta-feira de Cinzas, 1° de março, deixando um grande legado profissional. 

Foi ganhador por duas vezes do maior prêmio nacional da categoria, o Esso de Jornalismo. Atuou em redações históricas no país, como a do Pasquim e Jornal do Brasil, mas foi o Tocantins que ele escolheu para viver e emprestar sua competência.

Ainda em 1989, chegou ao Estado onde contribuiu para a criação de alguns dos primeiros periódicos locais, como o Correio do Tocantins e o Jornal Stylo. Atuou também como pioneiro na Secretaria de Comunicação e no cerimonial do Governo do Tocantins. Sempre deixando como marca do seu trabalho o profissionalismo e a  dedicação. 

Vai com Deus, Iberê. E que ele conforte sua família e seus amigos nesse momento de luto.

Secretaria Estadual da Comunicação Social

CRA/TO

Nota de pesar

O Conselho Regional de Administração do Tocantins (CRA-TO) lamenta a morte do jornalista Iberê Barroso, aos 83 anos. Pioneiro da comunicação no Estado, o jornalista trabalhou diretamente com o Conselho, ajudando fortemente na consolidação do CRA-TO.

Iberê Barroso foi cerimonialista dos eventos do Conselho e conquistou fama pela competência e dedicação. O CRA-TO manifesta seu sentimento de luto e pesar. Que Deus conforte os familiares e amigos por essa inestimável perda.

Deputado Wanderlei Barbosa

Foi com imensa tristeza que recebi a notícia do falecimento do amigo Iberê Barroso. Profissional que ajudou a escrever a história deste Estado com sabedoria, ética e profissionalismo.

A Deus peço que dê ao nosso amigo o merecido repouso eterno em seu reino, manifesto os sentimentos e desejo a família e amigos força para superar este momento de dor.

Deputado Estadual Wanderlei Barbosa 

(Matéria atualizada às 08h24min de 02/03/2017)