Educação

Foto: Vivianni Asevedo m abril de 2016, o Curso de Direito passou a funcionar no Câmpus Graciosa, nova sede da Unitins, onde foram investidos R$ 11,7 milhões m abril de 2016, o Curso de Direito passou a funcionar no Câmpus Graciosa, nova sede da Unitins, onde foram investidos R$ 11,7 milhões

O curso de Direito, do Câmpus Palmas, da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) prova, mais uma vez, que é sinônimo de excelência no ensino. O curso obteve conceito 4 no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). O conceito vai de 1 a 5. O resultado foi divulgado nessa quarta-feira, 8, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC).

O Conceito Enade (CE) é um indicador de qualidade calculado a partir dos desempenhos dos estudantes concluintes dos cursos de graduação no exame. O indicador é resultante da média ponderada da nota padronizada dos concluintes na prova de Formação Geral (10 questões, sendo oito objetivas e duas discursivas, comum para todas as áreas avaliadas) e na de Conhecimento Específico (30 questões, sendo 27 objetivas e três discursivas).

Para a reitora da Unitins, Elizângela Glória Cardoso, o conceito é reflexo da qualidade do ensino oferecido pela Universidade. “Nossos professores não mediram esforços para que fosse alcançado esse patamar de melhoria na qualidade dos cursos da universidade e temos a certeza que vamos melhorar ainda mais, estamos trabalhando para isso”, afirmou.

O coordenador do curso de Direito do Câmpus Palmas, Eric José Migani, ressalta que esse resultado é fruto de um trabalho construído ao longo dos anos, que começou ainda com as primeiras coordenações do curso. “Essa atual coordenação deu segmento às boas ideias e ao incentivo para que os alunos estudassem. Atualmente, o curso de Direito da Unitins é o que tem a maior carga horária do Estado, temos aulas de segunda a sábado, do 1º período ao fim do curso. Aliado a isso, temos planejamento, dedicação dos professores e empenho dos acadêmicos”, explicou.

Os acadêmicos estão satisfeitos e cabe a eles dar continuidade a esse bom desempenho. "Esta nota é resultado do esforço de estudantes e professores da Unitins, embora tenhamos enfrentado problemas financeiros e de estrutura, temos conseguido bom desempenho", disse Albano Amorim de Oliveira, estudante do 7º período do curso de Direito Unitins, Câmpus Palmas. 

“A qualidade da aula é muito boa e nossos professores são excelentes. Lógico que ainda temos algo a melhorar, mas temos muito mais pontos positivos. Depois que mudou de câmpus, a estrutura melhorou bastante”, declarou a acadêmica Amanda Milhomem Cardoso, do 5º período. A mudança ocorreu em abril de 2016, quando o Governo do Estado entregou à Universidade a sede própria do câmpus da Capital, o Câmpus Graciosa, onde foram investidos R$ 11,7 milhões.

Para Marcos Vieira, do 3º período, a nota é motivo de orgulho. “Muito importante, muito bom mesmo, acho que a mais clara demonstração de que a Universidade está melhorando e nós conquistando o nosso espaço, por meio de muito esforço e disposição para aproveitar as oportunidades".

O curso de Direito da Unitins foi apontado, em 2015, como um dos 50 melhores das Instituições de Ensino Superior (IES) do país. No Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o índice de aprovação tem ficado em torno de 60%, sendo o que mais aprova no Tocantins.