Polí­cia

Foto: Divulgação

O Destacamento do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), na cidade de Miracema, recebeu no último domingo, 13, a entrega voluntária de animal silvestre, uma Arara Canindé. A ave é uma das espécies emblemáticas do cerrado brasileiro.

Os militares do destacamento ambiental receberam uma ligação de um senhor informando ter encontrado a ave no quintal de sua residência. Os militares se dirigiram ao endereço informado para realizar a apreensão do animal. A arara estava com as penas das asas cortadas, o que indica que ela poderia estar sendo domesticada.

A arara foi conduzida à sede do BPMA em Palmas, e posteriormente será encaminhada ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), em Araguaína. De acordo com o artigo 29 da lei 9605/98 (Lei dos Crimes Ambientais), manter animais silvestres em cativeiro sem a devida permissão concedida pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), implica na prática de crime ambiental, com pena que pode variar de detenção de seis meses a um ano e multa.

Por: Redação

Tags: Cetas, Ibama, Miracema, Polícia, Polícia Militar