Campo

Foto: Divulgação

O ciclo de palestras da Agência de Defesa agropecuária (Adapec) iniciou com a participação de estudantes da Escola Estadual Estefânio Telles das Chagas, nesta quinta-feira, 16, em Mateiros. Na ocasião, os participantes puderam aprender um pouco mais sobre as ações executadas na sanidade vegetal do Estado. Na sexta-feira, 17, será a vez dos alunos da Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus, em São Félix do Tocantins, receberem informações sobre a raiva dos herbívoros.

De acordo com o presidente da Adapec, Humberto Camelo, as palestras ocorrem frequentemente, visando abranger todos os municípios do Estado. “Temos um importante papel, que é executar a educação sanitária, levando informações e conhecimentos a todos os elos da cadeia produtiva agropecuária, discutindo temas específicos de interesse de cada região atendida”, disse, ressaltando que, em 2016, as palestras ultrapassaram um público de 18 mil pessoas. 

O palestrante e inspetor agropecuário da Adapec, Breno Gomes, apresentou dados sobre a estrutura da Agência, as principais ações de defesa sanitária vegetal para cadeia produtiva, entre outros. “Somos o maior produtor de grãos da região Norte. Para continuarmos nesse patamar, além do trabalho de monitoramento de pragas, queremos formar importantes aliados no futuro, para o fortalecimento da prevenção, controle e combate as doenças e pragas”, disse.

Nesta sexta-feira, a palestra sobre a raiva abordará a importância da vacinação do rebanho contra a doença; formas de controle, por meio da captura de morcegos hematófagos, bem como o impacto da doença à saúde pública, que pode ser transmitida ao homem. “Quanto mais pessoas atentas e conscientes, mais prevenção à enfermidade. Acreditamos que os estudantes são grandes multiplicadores”, disse o palestrante e inspetor agropecuário da Adapec, Elias Mendes.

Vale lembrar, que a Agência conta ainda com uma importante ferramenta disponível aos produtores rurais e comunidade em geral, que é o Disque Defesa, por meio do telefone 0800 63 11 22, para tirar dúvidas, receber reclamações e/ou denúncias anônimas.