Educação

Foto: Adilva Nogueira As informações do Censo subsidiam a definição de políticas públicas e a distribuição de recursos para a Educação As informações do Censo subsidiam a definição de políticas públicas e a distribuição de recursos para a Educação

O Diário Oficial da União do dia 27 de março, trouxe publicação do cronograma do Censo Escolar da Educação Básica de 2017, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O recenseamento se inicia no dia 31 de maio com a abertura do sistema Educacenso, no qual diretores ou responsáveis pelas escolas devem preencher os dados até 31 de julho.

De acordo com a publicação, até 17 de agosto, o Inep deve encaminhar ao Ministério da Educação (MEC) os dados preliminares e, em até cinco dias úteis depois da divulgação, os gestores municipais e estaduais poderão acessar os relatórios por meio do sistema Educacenso. A publicação final do Censo Escolar da Educação Básica 2017 está prevista para 31 de janeiro de 2018.

No mês de fevereiro de 2018, será aberto o módulo Situação do Aluno, no Educacenso, para as informações referentes ao rendimento e movimento escolar dos estudantes declarados ao censo 2017. O prazo para o cadastramento dos dados se encerra no dia 16 de março de 2018.

Censo Escolar

Realizado anualmente, o Censo Escolar é o principal levantamento estatístico-educacional de âmbito nacional. Os dados incluem desde a infraestrutura das escolas, matrículas e funções docentes até o movimento e o rendimento escolares.

As informações do Censo subsidiam a definição de políticas públicas de educação, bem como a distribuição de recursos da União a estados e municípios.  Os dados do levantamento são usados, ainda, para o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).