Campo

Cerca de 20 médicos veterinários da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) participam doSeminário Internacional sobre a febre aftosa, com o tema “Última etapa do PHEFA: Em transição para a Erradicação”, que ocorre nos dias 3 e 4 de abril. O evento ocorre previamente, no mesmo local, que a 44aReunião Ordinária da Comissão Sul-Americana para a Luta contra a Febre Aftosa (COSALFA), que será realizada nos dias 6 e 7 de abril de 2017, emPirenópolis/GO.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, disse esses eventos é um marco para discutir ações visando à transição para o status sanitário livre da doença sem vacinação nacional e internacional. “O Tocantins comemorará em maio, 20 anos livre da febre aftosa, fruto de muito trabalho e ações conjuntas com toda a cadeia produtiva. Por isso, nossos profissionais participam das abordagens para colocarem em nosso Estado todo o conhecimento adquirido, porque estamos juntos nessa luta com o Brasil”, destaca.

De acordo com a organização do Cosalfa 44, será analisada a situação atual, à luz do Plano de Ação 2011-2020 do PHEFA e dos desafios de sua última etapa, devendo adotar resoluções relativas ao projeto de criação de um Banco Regional de Antígenos/Vacinas da Cosalfa (BANVACO), ao manejo das cepas de febre aftosa exógenas à região, e à necessidade de manter o sorotipo C nos programas de vacinação sistemática. Será também abordado o financiamento das ações contra a febre aftosa nos países livres que iniciarão a transição para o status sem vacinação.

Fonesa

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, participará da Reunião do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa), a ser realizado durante o Cosalfa, no dia 4 de abril. “Discutiremos a contribuição dos serviços estaduais na retirada gradual da vacinação antiaftosa, bem como, assuntos ligados a Raiva dos Herbívoros. O objetivo é definir estratégias para alinharmos nossas atividades que serão executadas”, ressalta.  

Cosalfa

A Cosalfa está constituída por 26 representantes de 13 países do Continente Americano, sendo um representante do setor público – o Diretor do Serviço Veterinário Oficial - e um representante do setor privado - relacionado com a mais alta entidade nacional que congregue aos produtores pecuários-. Os 13 países do Continente Americano, membros da Cosalfa são: Argentina; Brasil; Bolívia; Chile; Colômbia; Equador; Guiana; Panamá, Paraguai; Peru; Suriname, Venezuela e Uruguai. 

A COSALFA é promovida pelo Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA) da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) com o apoio do Governo do Brasil, por intermédio do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) e do Governo do Estado de Goiás, através de sua Agência Goiânia de Defesa Agropecuária (Agrodefesa).