Estado

Foto: Divulgação

A presidente da Associação dos Magistrados do Tocantins (Asmeto) e vice-presidente de Direitos Humanos da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), Julianne Marques, assume, a partir desta quinta-feira (13/4), a presidência da AMB. A tocantinense fica interinamente à frente da entidade até 22 de abril.

Conforme o Ato Executivo nº 47/2017, da AMB, a magistrada substituirá o presidente Jayme de Oliveira, que estará viajando nesse período. "É uma honra a designação do presidente Jayme. Cumpriremos a agenda da presidência da AMB nestes dias, acompanhando com atenção a  pauta legislativa," ressaltou Julianne.

Mestre em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos pela Escola da Magistratura do Tocantins (Esmat – UFT), a magistrada é titular do Juizado Especial da Infância e da Juventude da comarca de Araguaína. É professora na pós-graduação lato sensu em Prática Judiciária da Escola Superior da Magistratura Tocantinense e atua como gestora do programa de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO).