Saúde

Foto: Cleia Gomes José Raimundo Caldas Sousa, 65 anos, disse que não perde uma campanha José Raimundo Caldas Sousa, 65 anos, disse que não perde uma campanha

Com objetivo de otimizar a Campanha de Vacinação contra a Gripe na Capital, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) optou por realizar a imunização dividindo o público-alvo da campanha em grupos prioritários. De acordo com o calendário, de 17 a 20 de abril, serão imunizados os idosos com 60 anos ou mais; de 24 de abril a 12 de maio serão as gestantes, puérperas e crianças de seis meses a menores de cinco anos; e de 15 a 19 de maio, pessoas com doenças crônicas. No dia 13 de maio acontece o Dia D de vacinação para todos os grupos.

“Além desses grupos, ainda serão imunizados os profissionais que atuam no serviço de saúde e professores que estão em salas de aula. Basta que eles se dirijam às unidades de saúde munidos do cartão de vacina e contracheque”, complementou a gerente da Central de Vacinas da Semus, Elaine Katzwinkel.

A gerente reforçou que mesmo tendo os dias determinados para cada grupo, qualquer pessoa que se enquadre no público-alvo da campanha pode procurar sua unidade de referência em qualquer data durante a campanha. “E quem por algum motivo não conseguir ir aos postos de vacinação nos dias estabelecidos pelo calendário ou ainda perder o Dia D, nós faremos uma busca ativa de 22 a 26 de maio para garantir que todo o público-alvo seja imunizado”, complementou a gerente, lembrando que a meta deste ano é imunizar 52.855 pessoas.

Quem não perdeu tempo e procurou o Centro de Saúde Comunitário da 1304 Sul, logo cedo, foi José Raimundo Caldas Sousa, 65 anos. “Desde que completei 60 anos faço questão de não perder a campanha que para mim é muito importante. Acho até que deveria ser estendida a toda população. Eu mesmo não gripo mais”, destacou.

O aposentado Gelci Azevedo, 71 anos, também se imunizou logo cedo. “Acho a vacina muito eficaz. Esse ano até estranhei ter resfriado duas vezes, porque geralmente isso não acontece desde que comecei a me vacinar contra gripe. Mas acho que foi a baixa umidade associada à água gelada que a gente bebe para rebater o calorão”, disse.

Ao todo serão 31 postos de vacinas, situados nos Centros de Saúde da Comunidade de Palmas. Até o momento, 24 mil doses da vacina foram distribuídas nos postos, mas a previsão é que a Capital receba um total de 52 mil doses para imunizar os chamados “grupos prioritários”. A dose via injeção protege contra os subtipos dos vírus influenza: H1N1, H3N2 e B. Vale lembrar que todos os usuários pertencentes ao público-alvo devem apresentar no momento da vacinação o cartão SUS e o cartão de vacina.

A vacina estará disponível nas seguintes unidades:

- CSC 307 Norte

- CSC 403 Norte

- CSC 405 Norte

- CSC 503 Norte

- CSC 603 Norte

- CSC 508 Norte

- CSC 406 Norte

- Policlínica 108 Sul

- CSC 210 Sul

- CSC 403 Sul

- CSC 712 Sul

- CSC 806 Sul

- CSC 1004 Sul

- CSC 1103 Sul

- CSC 1206 Sul

- CSC 1304 Sul

- CSC Taquari

- CSC Lago Sul

- CSC Liberdade

- CSC Laurídes Lima

- CSC Novo Horizonte

- CSC Alto Bonito

- CSC Eugênio Pinheiro – Aureny I

- CSC Aureny II

- CSC Santa Bárbara

- CSC Setor Sul

- CSC Bela Vista

- CSC Morada do Sol

- CSC Santa Fé

- CSC Taquaruçu

- CSC Buritirana