Economia

Cerca de 90 representantes de Federações do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, Sesc, Senac e assessores jurídicos dos estados que compõem a Amazônia Legal e estados convidados já estão no Tocantins para a 25ª edição do Fórum da Amazônia Legal. A abertura oficial ocorre na manhã desta quinta-feira, dia 4, às 9h no auditório do Senac, em Palmas/TO.

Composto por representantes do Acre, Amazonas, Amapá, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Tocantins, o Fórum é um evento de caráter permanente, realizado semestralmente com a intenção de fomentar a economia e o comércio nos estados que compõem a Amazônia Legal.

“Nossa maior motivação é a união dos estados. Todos enfrentamos dificuldades e temos histórias de superação para contar. Então, acreditamos que é possível aprendermos uns com os outros e este é o objetivo central do Fórum”, explicou o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.

Em abril, a Fecomércio Mato Grosso sediou um encontro preparatório para as atividades do Fórum. “A reunião foi muito proveitosa, pois ali pudemos apresentar questões que afetam diretamente a economia dos Estados da Amazônia Legal, como a falta de logística adequada, por exemplo. Isso prejudica tanto o escoamento da nossa produção quanto também a compra de produtos”, informou o presidente da federação mato-grossense, Hermes Martins da Cunha.

Cunha também destaca a união como fonte de motivação para o evento. “Existe uma grande expectativa para mais essa edição do Fórum. Unindo forças, teremos capacidade de articular politicamente propostas que venham fortalecer o desenvolvimento do comércio nessas regiões, que tem um grande potencial ainda a ser explorado”, afirmou.

Fórum no Tocantins

Esta é a terceira vez que o Tocantins recebe o Fórum da Amazônia Legal. A primeira edição aconteceu em 2005 e a segunda em 2009. O último encontro entre os presidentes e superintendentes de Federações, representantes de Sesc, Senac e assessores jurídicos foi realizado em outubro, no estado do Acre.