Campo

Foto: Manoel Junior

Desde a época em que era menina, a agricultora familiar Maria Soares da Silva, também conhecida como Maria Fininha, aprendeu com a mãe o ofício de transformar frutos nativos do cerrado em produtos medicinais. No pavilhão da Agricultura Familiar da Feria de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins Brasil 2017), a pequena extrativista comercializa produtos fitoterápicos e medicinais que segundo ela, servem para muitas enfermidades.

Moradora do projeto de assentamento Buritirana no município de Caseara, região de abrangência a Área de Preservação Ambiental (APA) do Cantão, dona Maria Fininha trouxe para a Feira, óleos de buriti, sucupira, macaúba, manona, além de pílulas de babosa, hortelã, raspas de quina, cristais de laranja da terra e sementes de abóbora. “Tem remédio pra tudo. Vermífugo, digestivos, para problemas respiratórios, queimaduras, muitas coisas”, afirmou.

Incentivos

Segundo a diretora de Tecnologias Sociais e Sociobiodiversidade da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), Marta Barbosa, desde o ano passado o Governo do Tocantins vem investido em capacitações e incentivo ao trabalho extrativista de centenas de agricultoras familiares das regiões tocantinenses do Cantão, Bico do Papagaio e Jalapão.

Ainda de acordo com a diretora, foram firmadas parcerias com a Fundação Fiocruz e a Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário para trabalhar a capacitação e inclusão das mulheres extrativistas do Tocantins mulheres extrativistas inicialmente da APA Cantão- Bananal e posteriormente em demais regiões do Estado. “Estamos trabalhando a cadeia de valor das plantas medicinais do Tocantins, aproveitando as riquezas dos biomas brasileiros, estruturando numa política pública, dando condição de produção, assistência técnica nas comunidades tradicionais além de capacitar para as boas práticas de manejo das plantas medicinais, visando a instalação de unidades de beneficiamento na busca dos selos de inspeção e certificações”, afirmou.

Reunião

Está marcada para as 14 horas desta quinta-feira, 11, no Gabinete Institucional na Agrotins Brasil 2017, uma reunião de trabalho para discutir as ações que serão implementadas pelo Governo do Estado, por meio da Seagro em parceria com a Fundação Fiocruz, Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário e Secretaria Especial da Agricultura Familiar Tocantins para deliberar ações de implementação de atividades de incentivo ao extrativismo vegetal oriundo da agricultura familiar, inclusive com destinação de recursos federais para aquela atividade.

Agrotins

O evento teve início na nesta terça-feira, 9, e prossegue até sábado, 13, e deve atrair a participação de cerca de 100 mil visitantes nos cinco dias. A Feira é promovida pelo Governo do Estado do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária Seagro e vinculadas (Adapec, Ruraltins e Itertins), e subsecretarias em parceria com instituições públicas, iniciativa privada e entidades de classe ligadas ao setor produtivo.