Polí­tica

Foto: Koró Rocha

O deputado Zé Roberto (PT) intermediou reunião na tarde desta última quinta-feira, 11, entre representantes das famílias da ocupação da Quadra T-23, no setor Taquari, e representantes da Secretaria de Habitação do Estado, Ministério Público Estadual, Defensoria Pública e Centro de Direitos Humanos do Estado do Tocantins. 

As famílias, que esperavam receber do Governo do Estado garantias de que seriam instaladas em outro local, após o cumprimento da ordem de despejo prevista para o próximo dia 20, não foram atendidas neste quesito.

Diante disso, as famílias anunciaram que devem ocupar alguma área na mesma região. O representante do órgão de Habitação do Estado, Paulo Sérgio, disse não ter poderes para autorizar a aquisição de um local para colocar os assentados. Segundo ele, a medida abriria precedentes para novas ocupações.

“O governo cadastra milhares de pessoas, inicia moradias, muitas vezes não termina e deixa as pessoas esperando décadas”, criticou Zé Roberto. O parlamentar destacou a importância de os interessados se cadastrarem em alguma entidade social destinada a projetos habitacionais, de modo a acelerar o processo de aquisição da casa própria.  

A representante do Ministério Público, Gabriela Arantes, prometeu levar a preocupação das famílias ao titular da ação da reintegração de posse, com o intuito de buscar o adiamento da mesma. Todavia, Arantes afirma que tal prorrogação da reintegração é algo remoto, pelo fato de já ter sido prorrogada uma vez.