Estado

Foto: Divulgação

Na Comarca de Alvorada os esforços de magistrados e servidores em torno do julgamento de processos durante o Mutirão de Audiências Criminais gerou resultados satisfatórios. Na ação, coordenada pelo diretor do Foro, juiz Fabiano Gonçalves Marques, foram realizadas 40 audiências e 17 julgamentos.

“O mutirão superou as expectativas e vale ressaltar que iniciativas assim reduzem a taxa de congestionamento, geram bons resultados na prestação jurisdicional e, automaticamente, isso se reflete em satisfação aos cidadãos que procuram a Justiça”, afirmou o magistrado.

Em três dias de trabalho (8 a 11/5), foram designados julgamentos de feitos relacionados a casos de homicídio, crimes contra o patrimônio, Lei Maria da Penha e tráfico de drogas.

Mutirão Cível: 70% de acordos              

A iniciativa também foi estendida ao Juizado Especial Cível de Alvorada. No mutirão da escrivania foram realizadas 113 audiências, sendo que 70% delas resultaram em acordos homologados entre as partes.

Por: Redação

Tags: Alvorada, Comarca de Alvorada