Cultura

Foto: Divulgação

A exposição “Ontem pó, hoje mapa”, de Marcos Dutra, segue aberta à visitação pública gratuita na Galeria Sesc de Artes, em Palmas até o dia 31 de maio. Aberta no último dia 03, a mesma é uma reflexão sobre como se constrói a relação de afetividade dos habitantes de Palmas com a sua geografia. Para conferir, é só chegar no Centro de Atividades da 502 Norte.

A exposição é uma instalação artística construída com diversas colagens de mapas de Palmas, objetos, terra, ferramentas e um vídeoarte, formando um ambiente cênico. É também uma metáfora da transformação ocorrida na paisagem através da intervenção humana. Fundada em 20 de maio de 1989, logo após a criação do estado do Tocantins pela Constituição de 1988, Palmas foi planejada pelos arquitetos Luís Fernando Cruvinel Teixeira e Walfredo Antunes de Oliveira Filho, sendo oficialmente empossada como capital do estado do Tocantins em 1º de janeiro de 1990.

“Ontem pó, hoje mapa é um vislumbre dessa memória empoeirada das pessoas que aqui chegaram e abraçaram essa terra como sua. Quando cheguei pela primeira vez em Palmas, em 1995 , senti um vazio imenso. Você chegar em uma cidade planejada que está nascendo e ver que o futuro só estava começando e que ele pode ser escrito. A exposição, nesse sentido, me apresenta esse futuro como um ponto de interrogação e que podemos escrevê-lo cada dia com as nossas ações. E que o lugar onde moramos nos auxilia nestas escolhas”, destaca o artista.

Marcos Dutra (TO)

Natural de Pequizeiro (TO), em suas obras explora a arte dentro de suas variações, buscando ser um artista multimídia. Autodidata, dedica-se à arte contemporânea com preferência pelo abstrato e instalações. Seus trabalhos estão espalhados pelo Tocantins e outros estados.

A exposição “Ontem pó, hoje mapa”, segue aberta à visitação pública gratuita na Galeria Sesc de Artes no Centro de Atividades do Sesc Palmas (502 Norte). 

Por: Redação

Tags: Agenda Cultural, Marcos Dutra, Sesc