Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Dianópolis, efetuou, na tarde dessa sexta-feira, 26, a prisão de Orenaldo R. dos S., 38 anos de idade. Ele é suspeito de aplicar vários golpes, no Tocantins e em outros estados e foi preso mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, por estelionato, falsificação de documento e corrupção ativa, quando se encontrava na casa de familiares, em Rio da Conceição.

De acordo com o delegado Afonso José de Azevedo Lira Filho, o indivíduo foi capturado após um intenso trabalho investigativo dos policiais civis do Núcleo de Inteligência da Delegacia de Dianópolis, os quais localizaram o seu paradeiro e descobriram que o mesmo estava residindo, em Uberlândia-MG, mas retornaria ao Tocantins, em breve.

“Nós estávamos monitorando o suspeito e conseguimos obter informações de que ele estaria em Rio da Conceição, onde passaria o final de semana na casa de familiares e, desta maneira, montamos campana, nas imediações da residência a fim de realizar a prisão de Orenaldo”, ressalta o delegado.

Segundo a Polícia, ao perceber a chegada dos policiais, o indivíduo armou-se com uma faca de cozinha e investiu contra os policiais civis, que tiveram que fazer uso de força moderada para contê-lo e efetuar sua prisão. Orenaldo foi levado à sede da Delegacia, onde o delegado Afonso deu cumprimento ao mandado de prisão em aberto em desfavor do suspeito.

Após os procedimentos que a lei determina, o homem foi encaminhado à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Dianópolis, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

O Crime

Segundo o delegado Afonso, no dia 11 de novembro de 2016, Orenaldo foi preso em flagrante pela prática do crime de estelionato e uso de documento falso, no entanto o indivíduo conseguiu fugir da Delegacia de Dianópolis. 

“No final do ano passado havíamos prendido Orenaldo, devido ao fato de que o mesmo, utilizando um RG falso em Nome de Vergílio Antônio de Oliveira, estaria aplicando vários golpes, em Dianópolis. De posse do documento falsificado, Orenaldo abriu uma conta no Banco do Brasil e aplicou uma série de golpes em Dianópolis, Luis Eduardo/BA, Goiânia e Uberlândia/MG”, disse o delegado.

Na época de sua primeira prisão, Orenaldo ainda tentou corromper a equipe da Polícia Civil, oferecendo dinheiro para que fosse liberado. Durante a lavratura do procedimento, o acusado danificou duas algemas e o teto da cela da delegacia e fugiu, tomando rumo ignorado.    

Por: Redação

Tags: Dianópolis, Polícia, Polícia Civil