Esporte

Foto: Divulgação

Quatro atletas tocantinenses participam desde o último dia 25 de maio até o próximo dia 11 de junho do Primeiro Campeonato Mundial de Tiro Prático de Rifle 2017 (First Rifle World Championship of IPSC). Foram selecionados em etapas nacionais e representam o Brasil. O evento acontece na cidade de Kubinka, na Rússia. Os tocantinenses devem competir entre os dias 07 e 11.  

A participação dos atletas brasileiros na competição contribui para o desenvolvimento do esporte no País e também para o aprimoramento de atividades relacionadas à Segurança Pública. Do Tocantins, os convocados foram: Rafael Falcão e Roger Knewitz, ambos delegados de polícia PC/TO e Leonardo Ribas, perito da PC/TO e ainda Mauro Knewitz, agente da Polícia Federal. No campeonato estão presentes 101 representantes de diversos países e essa promete ser uma experiência única para os atletas que representam o estado.

O Sindicato de Policia Civil do Tocantins, Sindepol/TO acompanha o campeonato e está na torcida pelas tocantinenses, como afirma o Presidente em exercício Mozart Felix “a prática desse esporte é muito importante, pois contribui para o avanço da segurança pública no estado. O Sindicato deseja boa sorte aos competidores”, conclui Felix.  

O delegado Rafael Falcão, filiado do Sindepol/TO afirma que o campeonato mundial reuni os melhores atiradores do mundo e fala dos ganhos para a classe e das expectativas com relação ao campeonato, “isso nos possibilita um enorme ganho de conhecimento e experiência que traremos como bagagem, vendo o que há de melhor, em técnicas e equipamentos, no mundo todo. Embora o Brasil seja muito restritivo com relação ao tiro prático de fuzil a equipe brasileira conta com atiradores experientes, que farão o seu melhor para conquistar uma posição de destaque no ranking”, conclui Falcão.