Campo

Foto: Divulgação  Agricultura participa de intercâmbio sobre criação de peixes nativos em viveiros Agricultura participa de intercâmbio sobre criação de peixes nativos em viveiros

Com proposta de qualificar secretários de agricultura, técnicos, estudantes e produtores rurais no desenvolvimento da piscicultura, a Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), participa, nesta semana, de 19 a 23, de um intercâmbio com ações em diversos municípios da região do Cone Sul de Rondônia.

Segundo informações do gerente de pesca da Seagro, Thiago Tardivo, Rondônia é atualmente o maior produtor de peixes nativos do Brasil. Em 2015, o estado produziu 84 mil toneladas de peixes amazônicos, os quais são comercializados para mais de 13 estados brasileiros. “A cadeia de piscicultura de Rondônia já está consolidada.

Vamos levar informações e conhecer as perspectivas e desafios que enfrentam hoje”, diz o gerente. “O intercâmbio é importante, pois o que hoje é vivenciado na região do Cone Sul de Rondônia pode auxiliar no que diz respeito ao desenvolvimento da cadeia produtiva do pescado no Tocantins”, explica Thiago Tardivo.

Cone Sul - Inclui os municípios de Vilhena, Cabixi, Colorado do Oeste, Corumbiara e Cerejeiras.

Programação

Dia 19 – Reconhecimento da área e avaliação dos viveiros da piscicultura do Campus de Colorado do Oeste e ainda visita às propriedades rurais do município.

Dia 20 – Reconhecimento do potencial piscícola do município de Cabixi e consultoria e avaliação sobre produção de alevinos.

Dia 21 – Palestra para alunos e técnicos do Instituto Federal de Rondônia. Tema: Cadeia Produtiva do Tambaqui na região do Cone Sul de Rondônia – Palestrante, gerente de pesca da Seagro Thiago Tardivo.

Dia 22 e 23 – Capacitação de docentes e secretários de agricultura do Cone Sul.