Campo

Foto: Divulgação

O Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), e parceiros promovem no período de 20 a 23 de junho, no miniauditório do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra), o 4º Seminário Estadual de Agroecologia, que tem como tema Agroecosistemas Sustentáveis na Agricultura Familiar. 

Conforme a gerente de Meio Ambiente do Ruraltins, Dryelly Rodrigues, o evento tem como objetivo capacitar técnicos, produtores e estudantes sobre a importância do sistema de produção, como também mostrar as práticas agroecológicas que estão sendo desenvolvidas no Estado. “Vamos apresentar esse sistema novo, que trabalha com uma produção alternativa, mais natural, para que os produtores possam produzir alimentos saudáveis”, disse.

Ainda conforme Dryelly Rordrigues, o primeiro dia do evento é aberto a todos e irá contar com palestras, como: Desafios e perspectivas para a agricultura familiar no Brasil sob o olhar da agroecologia; Manejo Integrado do Fogo; Juventude e Agroecologia: os desafios da sucessão no campo; além de apresentações de experiências e debate. “Os produtores vão apresentar as práticas que eles estão utilizando em suas propriedades, sendo que alguns desses produtores participaram da Caravana Agroecológica, realizada em maio. São produtores de Araguaína, Guaraí, Araguacema, Porto Nacional e Palmas”, acrescentou a gerente.

Nos dias 21, 22 e 23, será ministrado, pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), um curso sobre Produção Orgânica de Hortaliças, que objetiva a formação de técnicos multiplicadores. “A capacitação é destinada apenas para extensionistas rurais, onde irão aprender na prática como fazer adubo orgânico, defensivos naturais, dentre outros”, concluiu.

Serão capacitados 35 extensionistas do Ruraltins, da Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder) e da Cooperativa de Trabalho, Prestação de Serviços, Assistência Técnica e Extensão Rural (Coopter).

Parceiros

São parceiros na realização do evento, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a Embrapa, o Ceulp/Ulbra, a Comissão da Produção Orgânica do Tocantins (CPOrg-TO).

Por: Redação

Tags: Dryelly Rodrigues, Ruraltins, campo