Meio Ambiente

Foto: Divulgação A maior concentração de focos foi registrada na região Sul, com 27 casos A maior concentração de focos foi registrada na região Sul, com 27 casos

A Defesa Civil Municipal combateu 53 focos de queimadas, entre 1º a 15 de junho, em Palmas, de acordo com a Gerência de Prevenção e Mitigação de Desastres.

De acordo com o Boletim de Queimadas, os focos foram localizados nas regiões Norte, Central, Sul e rural da Capital. A maior concentração foi registrada na região Sul, com 27 focos detectados.

Também foram localizados 14 focos na região Central, oito na região Norte e quatro focos na área rural.

Recomendações para o período de estiagem

De acordo com a Superintendência Municipal de Defesa Civil, o tempo seco aumenta o risco de incêndios florestais. Com isso, recomenda-se a população não fazer fogueiras e também não jogar pontas de cigarros para fora dos veículos nas rodovias.

Já aos motoristas que trafegam em regiões sujeitas a incêndios, o órgão recomenda para que redobrem a atenção devido à visibilidade reduzida pela fumaça.

O órgão alerta também à população em geral para não colocar fogo em folhas ou galhos secos e principalmente em terrenos baldios.

Ranking de queimadas

Palmas se encontra na 92ª posição do ranking estadual de focos de queimadas. Já no ranking nacional,  o Tocantins está em segundo lugar, atrás do Mato Grosso.

De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climaticos (CPTEC), a previsão para Palmas nesta terça-feira, 20,   de sol com algumas nuvens. Com temperatura máxima de 37º e mínima de 20º, sem possibilidades de chuva.