Estado

Foto: Divulgação

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Tocantins – Sintras/TO, Manoel Pereira de Miranda, foi empossado nessa terça-feira, 20, como membro do Conselho de Administração do Instituto Previdenciário do Tocantins – Igeprev, convocado pelo presidente Nelito Vieira Cavalcante.

Como titular e para um mandato de dois anos, Manoel Miranda retrata sua missão no seu segundo mandato consecutivo como membro do Conselho. “Estou aqui para, juntamente com os outros membros do Conselho, lutar e defender os interesses dos nossos aposentados e dos servidores ativos deste estado”, diz o Conselheiro.

Ele ainda ressalta a importância da representação dos servidores públicos no Conselho de Administração do Igeprev. “É muito importante participarmos ativamente do Conselho, pois representamos os servidores ativos e inativos do Poder Executivo do Estado, defendendo os seus interesses com legitimidade”.

Na ocasião o secretário da Casa Civil, Télio Leão Ayres, representando o governador Marcelo Miranda desejou boa gestão aos Conselheiros. “Agradecemos o empenho de cada um e desejamos a todos uma atuação firme, fiscalizatória para direcionar as ações do Igeprev”, disse o gestor.

Já o presidente do Igeprev, Jacques Silva, congratulou a todos solicitando a colaboração dos membros empossados durante o mandato. Ele explanou a dificuldade de enquadramento dos fundos de investimentos realizados pela gestão passada do órgão impossibilitando a Certificação de Regularidade Previdenciária - CRP.

Ele destacou ainda a falta de recebimento dos repasses do Estado, favorecendo mais ainda uma receita menor do que as despesas do órgão. E disse mais que o aumento da contribuição dos servidores é inevitável.

Segundo Manoel Miranda que já participou do Conselho quando tinha apenas dois conselheiros representando os servidores, ele diz que nesse período não houve lapidação do patrimônio público, ocorreu foi um aumento da renda, o qual foi aplicado em ações erradas por membros do governo anterior.

Ele contestou ao presidente do Igeprev que o aumento da contribuição dos servidores públicos inativos é inviável e desnecessária no momento.

O Conselho é composto por uma comissão paritária de 20 membros, sendo 10 titulares e 10 suplentes, com membros representantes do governo e dos servidores públicos do Estado.

Como suplente do Manoel Miranda, também tomou posse o vice-diretor geral do Sisepe-TO, Rorilândio Nunes dos Santos.

Por: Redação

Tags: Igeprev, Manoel Pereira de Miranda, Sintras