Cultura

Foto: Marcio Vieira Maicon durante o espetáculo Aqui se Dança, promovido pelo Balé Popular do Tocantins Maicon durante o espetáculo Aqui se Dança, promovido pelo Balé Popular do Tocantins

O bailarino tocantinense Maicon Cardoso, que foi contemplado com duas bolsas de estudos em companhias americanas de balé, embarca neste sábado, 24, para os Estados Unidos, onde passará cinco semanas estudando em duas das mais importantes escolas de dança do mundo: Joffrey Ballet, para a qual ganhou bolsa integral, e Academia Americana de Balé (American Academy of Ballet), que ofereceu a ele bolsa parcial.

Maicon faz parte de um grupo seleto, de apenas seis brasileiros, que foi selecionado para os intercâmbios, além de ser o único representante da região Norte. Segundo ele, além do conhecimento adquirido neste período, a participação nos cursos será “também uma oportunidade de ser descoberto por olheiros das grandes companhias americanas, que é o meu maior sonho”, revelou o bailarino tocantinense.

O jovem dançarino é integrante do Balé Popular do Tocantins, projeto do Governo do Tocantins, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), que oferta aulas gratuitas de dança a mais de 200 crianças e jovens de Palmas.

Maicon dança há pouco mais de seis anos, ainda quando cursava o ensino médio, no Centro de Ensino Médio Castro Alves, em Palmas. Em 2013, ele entrou para o Balé Popular do Tocantins e, desde então, tem se dedicado à dança.  “A companhia me deu toda a base que tive e onde temos um aprendizado contínuo, além de sermos motivados diariamente, o que nos dá autoconfiança para buscarmos realizar nossos sonhos através da dança”, relatou.

Para conseguir custear a viagem, Maicon contou com o apoio do Governo do Estado, da Prefeitura Municipal de Palmas e de parceiros do comércio. “Só tenho a agradecer por acreditarem no meu potencial e colaborarem para que esse sonho de ser um grande bailarino se concretize. A minha gratidão a todos que ajudaram será demonstrada com meu esforço e dedicação para representar bem o Tocantins no exterior”, ressaltou.

E se depender do empenho e da preparação do bailarino, o sucesso no exterior será garantido. “Estou numa rotina intensa de treinos, fisioterapia, além de todo um cuidado extra com a alimentação para chegar lá e mostrar o potencial do Tocantins na dança. Essa é a grande chance da minha vida e com certeza não será desperdiçada”, contou empolgado.