Estado

Foto: Divulgação

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE/TO) dá continuidade à série de mesas redondas com o tema “Homofobia – Reflexos Psicossociais e Consequências Jurídicas. A próxima edição acontecerá na quarta-feira, 28, no auditório do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), em Gurupi, no Sul do Estado. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site da Defensoria Pública do Tocantins neste link.

Na ocasião, serão promovidos debates que foquem a diversidade enquanto direitos humanos e combate à homofobia, oportunizando ao público alvo desenvolver e aprimorar a habilidade crítica na atuação diária em contextos de exclusão, bem como visando contribuir para a criação de cultura de equidade e respeito.

De acordo com o defensor público Leandro de Oliveira Gundim, coordenador do NUAmac – Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas de Gurupi, o objetivo é realizar debates sobre como as pessoas pensam e se comportam em relação ao respeito à diversidade sexual, que contará com a exposição de ideias de membros de instituições que representam as minorias.

A mesa-redonda cumpre a missão da Defensoria de promover os direitos humanos, incentivar a constante e efetiva participação da sociedade civil na divulgação e no aperfeiçoamento das questões relativas às suas respectivas áreas de atuação.

Programação

Dia: 28 de junho de 2017

Local: audirório do IFTO - Instituto Federal do Tocantins - Gurupi-TO

7h30 - Credenciamento

8h - Abertura

8h10 - Convidados

Leandro de Oliveira Gundim – Defensor Público do Estado do Tocantins e Coordenador do NUAmac - Gurupi-TO;

Lara Gomides de Souza – Defensora Pública do Estado do Tocantins;

Paulo Henrique – Professor da UNIRG - Centro Universitário de Gurupi-TO;

Sávia Braga – Representante LGBT;

Isabel Cristina – Psicóloga - Defensoria Pública do Estado do Tocantins.

10h - Debate

12h - Encerramento