Estado

Foto: Divulgação

O prefeito de Gurupi/TO, Laurez Moreira (PSB), defendeu a rescisão imediata de contrato com a empresa Galvão Engenharia, responsável pela duplicação da BR-153, durante audiência realizada nesta segunda-feira, 26, no Auditório Costa Lima, da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás para discutir a duplicação da rodovia.

“Sabemos dos problemas que as empreiteiras brasileiras estão passando, mas, não justifica esse contrato não ter sido rescindido, uma vez que a Galvão não cumpriu com suas metas. Precisa haver uma nova licitação para ver se outra empresa nacional ou internacional tem interesse de participar desta obra, que é vital para o crescimento da nossa economia”, afirmou Laurez Moreira.

O prefeito disse que a empresa já demostrou não ter condições de continuar a obra. “A Galvão já demostrou não ter condições de resolver a situação. Ou ela transfere a concessão da duplicação ou se faz uma nova licitação. Não podemos ficar como estamos, é preciso resolver o mais rapidamente possível, enfatizou o prefeito.

Dois anos parada

A empresa começou a fazer a manutenção da rodovia, porém a obra de duplicação está há mais de dois anos parada. Laurez Moreira afirma ser inconcebível a rodovia continuar nessa situação. “Essa é uma luta antiga de todas as pessoas que trafegam naquela rodovia, uma das mais importantes do País e que, infelizmente, continua sem duplicação. Estamos aqui hoje nesse movimento para ter, dentro do menor tempo possível, essa situação resolvida”, declarou Laurez

A audiência que discute a duplicação da BR-153 é uma iniciativa do deputado Júlio da Retífica (PSDB-GO), estão participando, entre outros parlamentares, o deputado Marcos Abrão, a senadora Lucia Vânia (PSB-GO). A discussão está sendo realizada nesta segunda-feira, 26, no Auditório Costa Lima. Participam várias autoridades ligadas ao setor.