Palmas

Foto: Júnior Suzuki

Segundo a Prefeitura de Palmas, começam a circular na Capital nesta segunda-feira, 26, um conjunto de 19 novos ônibus com climatização e acessibilidade que substituirão veículos antigos do sistema de transporte público coletivo. Os novos ônibus irão fazer linhas que atendem quadras centrais e da região Norte, campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), assim como setores da região Sul, como Taquari, Aureny III e IV e o distrito de Taquaruçu.

Hoje também começa a vigorar a nova tarifa de R$ 3,50. Até então, os palmenses pagavam R$ 3,00. 

As linhas são: 3 - Detran,  8 - Santo Amaro, 9 - UFT, 10 - UFT/HGP,  18 - Krahô/Ulbra JK, 19 - Apinajé/Krahô, 41- Karajá/Aureny IV, 42 - Xerente/União Sul, 45 - Taquaruçu e 47 - Taquari. Estas dez linhas juntas tiveram no último mês de maio 392.500 passageiros. "Os novos veículos, assim como os já em circulação, são equipados com GPS para monitoramento de rota e já estão com equipamentos do sistema de biometria facial que será implantado em breve no transporte público da Capital. O monitoramento acontece no Centro de Controle Operacional de Transporte Público da secretaria", explica o secretário executivo de Infraestrutura, Serviços Públicos, Trânsito e Transporte, Jocélio Santos.

Investimento

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Público Coletivo de Palmas (Seturb), Antônio Silva Júnior, explica que os veículos da frota do sistema de transporte coletivo são trocados a cada quatro anos e a chegada destes novos veículos auxilia a renovação da frota e alcance de 91 ônibus com climatização circulando dentre 200 de todo o sistema. O investimento feito em novos veículos foi de R$ 8.239.802,80 em 20 veículos, ao todo, já que os 19 ônibus já entregues se somarão a mais um veículo cuja entrega está prevista para os próximos dias e que contemplará uma nova linha de transporte público na Capital.

O investimento em novos veículos e em novos abrigos de ponto de ônibus, cujo protótipo foi entregue no último dia 22, no Jardim Taquari, refletem, segundo o prefeito Carlos Amastha, a estratégia de melhoramento do sistema público de transporte com o menor reajustamento da tarifa de transporte em sete anos. 

Segundo a gestão, o protótipo-modelo de abrigo entregue no Jardim Taquari tem estrutura metálica de cobertura termoisolante, sinal Wi-Fi grátis, com monitor eletrônico e entradas USB para recarga de celulares a partir da geração de energia produzida por placas de captação de energia solar será repetido em 29 outros pontos da Capital até o fim do ano. Segundo o secretário executivo Jocélio Santos, será feita licitação para ampliação deste modelo de abrigos para toda a cidade com o complemento do monitoramento por câmeras e de faixa de pedestre com sensor para iluminação à noite a fim de facilitar a visualização da travessia de pedestres por condutores a uma distância de 800 metros.