Estado

Foto: Divulgação

A comarca de Guaraí realizou, nesta terça-feira (27/6), um mutirão de audiências para agilizar a tramitação de processos que envolvem crianças em situação de risco. A mobilização contou com o apoio do Ministério Público, Defensoria Pública, Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), Conselho Tutelar, Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e secretarias municipais de Educação e Saúde.

Ao todo, quatro audiências foram conduzidas pelo juiz Ciro Rosa de Oliveira, titular da 2ª Vara Cível, Família, Sucessões, Precatórias, Infância e Juventude. Conforme o magistrado, as audiências concentradas tiveram como foco cinco crianças abrigadas na Casa de Acolhimento Institucional de Guaraí (CAI) e foram realizadas em atendimento às normas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Participaram da mobilização o representante do Ministério Público Estadual, Fernando Antônio Sena Soares; o Defensor Público Estadual, Evandro Soares da Silva; a secretária municipal de Saúde, Alessandra Elias dos Santos; o secretário municipal de Educação, Sebastião Mendes de Sousa; a representante da CAI, Marilene Alves da Silva; a psicóloga do Creas de Guaraí, Georgia Verônica Barcelos de Lima e a assistente social Leia Leidiane Gross; os conselheiros tutelares Telmo Pereira Carneiro, Silvia Pereira da Silva e Luanna Jéssica Lima Leão; além dos Representantes do Cras, Maria Lúcia Silva e Queiliane Peixoto Borges Nolasco.

Por: Redação

Tags: Comarca de Guaraí, Guaraí