Campo

Foto: Divulgação

Estratégias de produção e produtividade, mercado e as novas tecnologias para as cadeias produtivas do peixe, das aves, dos suínos e do leite vão estar no palco das discussões por meio de palestras, painéis e mesas-redondas durante o II Piscishow (Congresso e Feira de Tecnologias para Pesca e Aquicultura do Matopiba) e no I Avisuleite (Congresso e Feira de Tecnologias para Avicultura, Suinocultura e Laticínios do Matopiba), que acontecerão conjuntamente entre os dias 13 e 15 próximos no Centro de Convenções Parque do Povo, em Palmas.

Grandes pesquisadores regionais e nacionais dessas quatro cadeias estarão palestrando sobre as novas conquistas tecnológicas que proporcionam melhor qualidade e produtividade para essas proteínas alimentares.

Mesmo que os promotores dos eventos tenham tentado equalizar as atenções para essas quatro cadeias produtivas, as atenções regionais e nacionais estão mais voltadas para a cadeia do peixe. Isto se justifica pela grande demanda por peixe no mundo e o potencial do Tocantins para a produção de pescado.

Nomes como Mauro Nakata, um dos maiores mais antigos produtores de tilápia do Brasil; Francisco Medeiros, também piscicultor e presidente da Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR); Eduardo Ono, diretor da área de peixe da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA); Roberto Sahium, secretário de Desenvolvimento de Palmas; Fernando André Salles, da Agência de Tecnologia dos Agronegócios de São Paulo; Eduardo Souza Varella e Patrícia Oliveira Maciel sobre peixes nativos e a tilápia.

Uma das grandes expectativas está voltada para o debate sobre a introdução da tilápia no Tocantins. Na mesa do debate estarão Roberto Sahium, José Coutinho e Miyuki Hyashida, que são contrários a introdução de exóticos no Tocantins X Carlos Magno, Emerson Esteves e Edson Cabral de Oliveira, que são favoráveis. O debate será conduzido de forma técnico-científico, evitando os confrontos de ordem ideológico. (Veja o currículo dos debatedores no site dos eventos).

O debate será mediado por Altair Albuquerque, Jornalista e diretor-proprietário da Texto Comunicação Corporativa, de São Paulo.

Na área do leite, também estarão no palco expondo tecnologias e estratégias de produção, produtividade e mercado, pesquisadores regionais e nacionais de vários institutos de pesquisa.

Na área de suíno e aves, além da presença de pesquisadores regionais, inclusive do já renomado Ruraltins, uma das melhores instituições de extensão rural do Brasil, o destaque é para o diretor de Relações Institucionais da Associação Brasileira de Proteína Animal, Ariel Mendes, que vem representando o presidente desta instituição, ex-ministro Francisco Turra, e do pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, João Dirceu Talamini. Ele é um dos quatro pesquisadores que realizaram um estudo que atesta a viabilidade do Matopiba para grande produtor de suínos e aves de forma verticalizada.

Bancos e poderes públicos estão reunidos debatendo gargalos e soluções nas quatro cadeias produtivas.

Os eventos são realizados pela revista Cerrado Rural Agronegócio e Federação das Associações Comerciais e Industriais do Tocantins (FACIET); com patrocínio do Governo do Tocantins, por meia da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e da Pecuária e da Secretaria do Desenvolvimento Econômica, Ciências e Tecnologias e Conselho do Desenvolvimento Econômico do Tocantins.

Tem o apoio da Embrapa e do Ministério da Agricultura.

Mais informações, inclusive a programação completa e inscrições prévias podem ser obtidas no site www.piscishoweavisuleite.com.br