Saúde

Na manhã da próxima sexta-feira, 21, o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) reúne-se com profissionais de saúde e usuários do SUS, na sede da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Palmas/TO. “A intenção é iniciar a construção de um núcleo do Morham no Tocantins”, informa o representante da coordenação nacional do Morhan, Artur Custódio, que já está na cidade.

A atividade integra uma intensa programação promovida pela Semus de Palmas com instituições que lutam pela eliminação da hanseníase, usuários e agentes de saúde. A programação inclui debate sobre a situação da hanseníase no Brasil e a construção da programação da I Conferência Livre da Hanseníase, que será realizada em Palmas em outubro.

Em 2016, o Tocantins registrou 1.334 casos novos de hanseníase. Nos primeiros cinco meses de 2017, já foram registrados 359 novos casos no Estado, segundo dados do Ministério da Saúde, o que o torna um dos estados com o maior número de novos diagnósticos no país.

Toda a programação será realizada na sede da Semus (Quadra 1302 Sul, ACSU-SE conjunto 01, lote 06, na Av. Teotônio Segurado), confira detalhes:

18/07

8h às 12h - Situação da Hanseníase no Brasil hoje, desafios e ações

14h às 18h - Programação da I Conferência Livre da Hanseníase, que será realizada em Palmas em outubro, e manifesto Brasil Livre da Hanseníase

19/07

8h às 12h – Gravação para o documentário “Hanseníase, luta e dignidade no Brasil”

14h às 18h – Alinhamento metodológico e apresentação do projeto da Organização Panamericana

de Saúde (OPAS), que terá a parceria do Morhan, com o objetivo de contribuir para a redução da carga de hanseníase em áreas prioritárias. Para a primeira etapa, foram selecionados 20 municípios de seis estados, incluindo o Tocantins.

20/07

8h às 12h – Morhan no Tocantins e troca de experiências com a Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH), que apresentará os preparativos para o Congresso que a entidade realiza em novembro.

21/07

8h às 12h - Morhan se reúne com usuários e agentes de saúde para construir estratégias de educação em saúde, prevenção, diagnóstico oportuno e enfrentamento ao preconceito. O objetivo é organizar um núcleo do Morhan no Estado. (Morhan Comunicação) 

Por: Redação

Tags: Hanseníase, Morhan