Campo

Foto: Fernando Alves

O Governo do Estado do Tocantins inicia a construção de 200 pequenas bacias de contenção de água da chuva, as barraginhas, em São Valério da Natividade. Ao todo, 75 propriedades rurais do município serão beneficiadas com a construção, que tem como objetivo reduzir a seca da região sudeste do Tocantins. A ação é realizada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins).

O projeto possui um baixo investimento e as barraginhas têm alta eficiência ambiental em relação ao combate à seca. A represa objetiva evitar que a chuva cause erosão e leve a terra para o leito dos rios, ocasionando o assoreamento; com a barraginha, a água da chuva é retida e infiltra na terra, ocasionando a revitalização dos rios e dos córregos.

A ação, que começou em abril de 2016, já atendeu 14 municípios e, agora, atende o 15º. “Estamos com o cronograma antecipado, pois iríamos terminar em março de 2018, mas faltam somente dois municípios da região sudeste e vamos conseguir cumprir até setembro”, afirmou o diretor de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos, Aldo Azevedo. Com as readequações, Aldo destacou que 17 cidades serão beneficiadas. “Vamos atender ainda Chapada da Natividade e Santa Rosa. Conseguimos realizar o cronograma de forma eficiente e sem nenhum contratempo”, destacou o diretor.

O projeto Barraginhas esteve em 14 cidades tocantinenses: Taguatinga, Ponte Alta do Bom Jesus, Taipas, Arraias, Novo Alegre, Combinado, Lavandeira, Aurora do Tocantins, Novo Jardim, Rio da Conceição, Dianópolis, Porto Alegre, Almas e Natividade.

Ação

Estão sendo investidos em torno de R$ 2 milhões, por meio do Fundo Estadual de Recursos Hídricos, para construção de 3.564 pequenas bacias. O projeto atende ainda os parâmetros da Agenda de Desenvolvimento Sustentável Pós-2015, agora chamada Agenda 2030, que engloba um conjunto de programas, ações e diretrizes que orientarão os trabalhos das Nações Unidas e de seus países membros rumo ao desenvolvimento sustentável.