Polí­cia

Foto: Divulgação

No início da manhã dessa quarta-feira, 19, uma ação conjunta deflagrada por policiais civis da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Praticados contra Concessionárias de Serviços Públicos (DERFAE), e agentes da Diretoria de Inteligência e Estratégia da Secretaria da Segurança Pública, resultou na prisão em flagrante por furto qualificado de Estephane B. dos S., 27 anos de idade.  

Conforme o delegado titular da Derfae, Elírio Putton Júnior, responsável pela operação, o indivíduo foi detido no momento em que saia das imediações da torre da claro, localizada na Quadra 1102 Sul, carregando consigo o produto do crime (cabos de cobre). Ainda segundo apontaram as investigações da Polícia Civil, Estephane também foi responsável por subtrair duas baterias do mesmo local, há apenas dois dias.

O autor estava sendo monitorado pela polícia, e há provas de seu envolvimento em vários outros furtos de equipamentos. Após a lavratura do flagrante pelo crime de furto qualificado, o autor foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.  

Segundo o delegado Elírio, essa é a segunda prisão realizada no âmbito da operação Linha Fraca, desencadeada para combater a crescente onda de furtos de equipamentos de empresas de telecomunicação que vem prejudicando o Estado. “O furto desse tipo de equipamento vem causando prejuízos milionários às companhias de telecomunicação, o que acaba encarecendo suas operações e acarretando interrupções na prestação do serviço, o que afeta toda a população”, ressaltou o delegado.  

Os equipamentos acabam sendo utilizados, muitas vezes por pequenos provedores de internet e instaladores de som automotivo, e a DERFAE adverte que quem for encontrado com esse tipo de material poderá ser autuado pelo crime de receptação. Quem tiver informações que possam auxiliar na investigação desse tipo de crime pode entrar em contato com a delegacia especializada, através do e-mail derfae@ssp.to.gov.br.