Economia

Foto: Divulgação

A Energisa Tocantins lança, na próxima segunda-feira, 24, a Semana Nacional de Segurança da População, em parceria com a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee). O objetivo é conscientizar a população sobre o uso seguro e eficiente da energia elétrica.

Além de uma ampla campanha nos principais veículos de comunicação, a Energisa Tocantins irá promover diversas ações. Para chamar a atenção para o tema, a empresa estará presente na Avenida JK, próximo ao Palácio Araguaia, e na Praça da Igreja Matriz em Taquaralto, em Palmas, quando será distribuído material educativo. Carros de som com orientações seguras e eficientes circularão pela cidade e ainda serão entregues folhetos nas principais lojas de material de construção.

O time da Energisa estará também nas principais praias da Capital (Prata, Graciosa e Arnos) e feiras livres para dar dicas e ainda distribuir brindes da campanha

Em todo Brasil, a campanha pretende impactar 120 milhões de pessoas. No Grupo Energisa – que atende mais de 6 milhões de clientes em nove estados – cada distribuidora realizará diferentes ações para marcar o lançamento da campanha.

Salvar vidas e garantir a segurança e o conforto da população: nobres motivos para agir: construir próximo às rede de energia, atividades sem planejamento na zona rural, furto de energia e poda de árvore irregular são os maiores causadores de acidentes com a rede de energia elétrica no Tocantins. Os acidentes com a rede de energia elétrica, que costumam ter consequências graves para as vítimas, podem ser evitados se a população tiver consciência dos riscos e souber o que fazer para evitar essas ocorrências. A Energisa reforça que somente a concessionária pode realizar atividades próximas e na rede de energia.

Em 2016, 11 acidentes deste tipo foram registrados, sendo que quatro foram fatais. As principais causas foram construções próximas à rede de energia, contato de equipamentos agrícolas na rede, poda irregular e o furto de energia.

Este ano, até junho foram registrados seis acidentes com quatro fatalidades. Os principais motivos continuam sendo a falta de planejamento na execução de atividades na construção civil e na zona rural próximas à rede, e a o furto de energia elétrica.

A Energisa constantemente alerta a população para as principais situações de risco e orienta de como proceder para evitar acidentes.

Construção Civil

ü  Antes de construir, avalie a distância em que a obra vai ficar da rede elétrica. Um bom planejamento evita acidentes e protege quem trabalha na obra;

ü  Conheça bem os riscos de acidentes com energia elétrica antes de começar qualquer trabalho próximo da rede de energia elétrica. Em qualquer atividade mantenha a distância mínima de 3 metros da rede;

ü  Antes de movimentar estruturas metálicas como barras de ferro, vergalhões, trilhos de cortinas, antenas e andaimes, tenha certeza de que não vai se aproximar da rede elétrica;

ü  Fique atento às emendas de cabos malfeitas, fios desencapados e expostos em locais úmidos. Evite choques;

ü  Planeje bem o uso de guindastes e andaimes, descarregamento de caminhões basculantes, limpeza de fachadas e instalação de painéis. Preste muita atenção na proximidade da rede elétrica e nunca execute estas atividades sob a rede elétrica energizada;

ü  Identifique e sinalize as áreas de risco de acidente com a rede elétrica, principalmente as de maior concentração de operários.

ü  Mantenha sempre as estruturas metálicas aterradas.

O coordenador de segurança do trabalho Delmindo Antonio Mendes e Souza lembra que a grande maioria dos acidentes com choque elétrico com a rede elétrica acontece por falta de conhecimento do risco e, consequentemente, a adoção de medidas de segurança. “Uma atitude extremamente importante é comunicar a Energisa sobre qualquer construção ou atividade próxima à rede elétrica. Assim poderemos atuar preventivamente alertando e orientando o proprietário sobre os riscos existente na atividade, evitando um acidente grave". 

Campo

ü  Ao usar pulverizador, colheitadeira e demais máquinas agrícolas de grande porte, fique atento à proximidade da rede de energia. Passe sempre com as hastes de pulverização abaixadas sob os fios elétricos. Desvie dos cabos elétricos e dos estais (rabichos que sustentam os postes);

ü  Não faça queimadas próximas das redes elétricas. O fogo ou o excesso de calor podem danificar os cabos e os postes. Se o cabo cair energizado, pode provocar incêndio no pasto ou energizar cercas eletrocutando pessoas e animais que encostar na mesma;

ü  Nunca utilize a rede elétrica de sua residência ou dos postes para eletrificar a cerca. Adquira o equipamento específico para esta finalidade e contrate um profissional qualificado para instalar a cerca elétrica.

ü  Mantenha o vão de cerca sob a rede elétrica seccionado e aterrado, assim você evita que a queda do cabo energize toda a extensão da cerca;

ü  Não toque em animais ou cercas que estão em contato com cabo elétrico, na dúvida, considere o cabo como energizado.

Poda de Árvore

ü  Não podar árvores em que os galhos estão sobre a rede elétrica ou em que estão em contato direto com a mesma. Você poderá sofrer choque elétrico e se acidentar gravemente;

ü  Antes de plantar escolha uma espécie que não cresça mais que 6 metros;

ü  Escolha bem o lugar de plantar, longe da rede de energia elétrica;

ü  Galhos e folhas próximos à rede elétrica só podem ser podados por profissionais da Energisa, que possui equipes especializadas para este serviço. O consumidor pode solicitar a poda pelo 0800 721 3330 ou pelo aplicativo Energisa On.

Áreas Urbanas 

ü  Não se aproxime de cabos ou fios elétricos caídos na rua. Sinalize o local com qualquer objeto e chame imediatamente a Energisa pelo 0800 721 3330 ou pelo aplicativo Energisa On;

ü  Não suba em postes ou instale nos mesmos placas e equipamentos diversos (Câmera de segurança, aparelhos de internet e etc);

ü  Não solte PIPA em áreas com redes elétricas. Dê preferência por parques;

ü  No período de festividades e durante a temporada de praia, não deixe cabos ou equipamentos elétricos sobre áreas alagadas;

ü  Cuidado com a altura da carga a ser transportada nas carrocerias.