Polí­tica

Foto: Divulgação

Dos oito deputados estaduais do Tocantins, Carlos Henrique Gaguim (Podemos) é o que tem se feito mais presente na sessão da Câmara dos Deputados desta quarta-feira, 2 de agosto, transmitida ao vivo por canais abertos de televisão para votação do parecer da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB). Em pouco mais de duas horas de sessão, Gaguim usou o microfone por três vezes. Na última, por volta de 11h20, ele se declarou contra a investigação do presidente.

Gaguim a aproveitou a visibilidade para dizer o que tem feito em busca de recursos para o Estado e municípios e cobrar obras estruturantes para o Tocantins, como a retomada das obras da duplicação da BR-153. Ele destacou o pagamento de emendas de bancadas realizados pelo presidente  e considerou tais emendas de extrema importância para o País. Em seguida, se manifestou pró-Temer. “Voto com o relatório da Comissão de Constituição e Justiça, com o nosso presidente Temer”, disse o parlamentar. 

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara rejeitou o parecer do deputado relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), que pedia a admissibilidade da denúncia contra o presidente, autorizando o prosseguimento da acusação pelo crime de corrupção passiva perante o Supremo Tribunal Federal (STF) e aprovou o relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que elaborou parecer contrário à autorização para o STF investigar o presidente. Foi a favor deste último relatório que o parlamentar declarou seu voto antecipadamente.