Polí­tica

Foto: Divulgação

O Jalapão, cenário principal da próxima novela de 21 horas, da TV Globo, “O Outro Lado do Paraíso”, foi tema do discurso do deputado Wanderlei Barbosa (SD), na sessão matutina dessa quarta-feira, dia 2. O parlamentar cobra do governo ações de infraestrutura para atender antigas demandas da região, além de facilitar a logística para a produção da novela, uma vez que o fato representa um momento ímpar para a divulgação do potencial turístico do local.

Barbosa cobra do Executivo, especialmente, melhorias nas estradas que dão acesso aos municípios da região. Segundo ele, as boas condições da malha viária é algo essencial para qualquer iniciativa que pretenda melhorar as condições de vida dos moradores e aproveitar o potencial turístico no Jalapão. “O Governo precisa acordar para a oportunidade que representa a gravação de uma novela da Globo nessa região, pois trata-se de uma importante mídia espontânea”, alerta.

Ele adiantou em seu discurso que vai propor oficialmente uma audiência pública para debater melhor os problemas da região. “Tudo que envolve o Jalapão, como sua infraestrutura, serviços essenciais, potencial turístico e proteção do meio ambiente, deve ser pauta dessa audiência, porque são demandas antigas que precisam vir à tona e serem solucionadas”.

A novela

“O Outro Lado do Paraíso” é um drama que mostrará a disputa entre duas famílias poderosas por uma mina de esmeraldas. A estreia está prevista para o início de outubro. Fazem parte do elenco nomes como Bianca Bin, Lima Duarte, Grazi Massafera, Fernanda Montenegro, Eliane Giardini, Juca de Oliveira, Nathalia Timberg, Juliano Cazarré, Fabíula Nascimento e Thiago Fragoso. A direção artística é de Mauro Mendonça Filho e direção geral de André Felipe Binder.

Jalapão

O Jalapão ocupa uma área de 34 mil km² (12 mil a mais que o Estado de Sergipe) no centro-leste do Tocantins, fazendo fronteira com os estados da Bahia, Piauí e Maranhão. A região encanta por suas águas abundantes, chapadões e serras com clima de savana, além da paisagem de cerrado. É cortada por uma imensa teia de rios, riachos e ribeirões, todos de águas transparentes e potáveis. A maioria dos atrativos está localizada nas cidades de Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins. É um lugar ideal para contemplação da natureza, ecoturismo e prática de esportes de aventura.

Atrativos

Os principais atrativos são: Cachoeira da Velha, as Dunas, cartão postal do Jalapão; os Povoados do Mumbuca e Prata, comunidades remanescentes de quilombos; a Serra do Espirito Santo, formação rochosa; a Cachoeira da Formiga e os Fervedouros, com suas águas transparentes, onde é impossível afundar.

Meio ambiente

Conforme o Governo do Estado, o Jalapão conta com os seguintes instrumentos de conservação: o Parque Estadual do Jalapão, o Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba, a Estação Ecológica da Serra Geral do Tocantins, a Área de Preservação Ambiental (APA) Serra da Tabatinga e a Área de Proteção Ambiental (APA) Jalapão.