Campo

Foto: Fernando Garcia A capacitação acontece no auditório do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), em Paraíso do Tocantins A capacitação acontece no auditório do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), em Paraíso do Tocantins

Com proposta de qualificar técnicos do Estado e da iniciativa privada, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) realiza de terça à quinta-feira, 15 a 17, uma capacitação em Integração Lavoura, Pecuária, Floresta (ILPF). No evento será discutida a implantação e condução de sistemas de produção integrados, com foco em produção de carne e leite em pastagens degradadas. A capacitação acontece no auditório do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), em Paraíso do Tocantins. 

O público alvo são os técnicos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), estaduais e da iniciativa privada e os técnicos de nível médio e superior que participaram dos módulos anteriores. A capacitação faz parte do convênio com o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e Instituto do Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), com apoio da Embrapa e Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro).

A abertura do evento contou com a participação do secretário da Agricultura, Clemente Barros, e técnicos da Seagro. “São muitos os benefícios desta prática, como a recuperação da fertilidade do solo, a implantação de pastagens com baixos custos, a diversificação do sistema produtivo e o aumento da produtividade e lucratividade da propriedade rural” pontuou Clemente Barros.

O engenheiro agrônomo e coordenador do Grupo Gestor do Plano de Agricultura de Baixo Carbono - ABC Tocantins, Fernando Garcia, ressaltou que o curso vem formando uma rede de técnicos em ILPF, no Estado. “Profissionais que estão disseminando as tecnologias de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono para produtores rurais de todo o Tocantins”, explicou Fernando Garcia.