Estado

Foto: Luciano Ribeiro

Na manhã desta próxima sexta-feira, 18, o Governo do Tocantins entrega 481 títulos de propriedade de cisternas do programa Água para Todos em Dianópolis, região sudeste do Estado. A solenidade acontece no auditório do Colégio João d’Abreu, com a presença do governador Marcelo Miranda e do presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), Eder Fernandes.

Os Sistemas Individuais de Abastecimento de Água são constituídos pelas cisternas de polietileno com capacidade para 16 mil litros de água, casa abrigo e bomba manual. Benefício a zona rural dos 27 municípios da região sudeste. Valor total do investimento é de R$ 75.142.678,00.

Todas as 11.050 cisternas foram entregues às famílias. Deste total, 11.000 estão devidamente instaladas até este mês. O que representa o percentual de 99,5% executado.

O custo de cada cisterna, incluindo sistema de bombeamento, casa abrigo, transporte e instalação é de R$ 7.670,00, recursos oriundos de convênio com o Ministério da Integração Nacional e contra partida do Estado.

Ainda dentro do programa Água para Todos, a ATS irá entregar 135 pequenas barragens a região sudeste. Os municípios foram divididos em quatro pólos que receberam denominações específicas.

Foram executadas, até este mês, 74 pequenas barragens para acúmulo de água da chuva, o que representa 54,8%. Benefício a 747 famílias da zona rural. Investimento de R$ 6.600.000,00.

Histórico do programa

No início desta gestão, a ATS identificou que apenas 12,97% do programa havia sido executado. Além da notificação sobre as medidas para a possível devolução dos recursos ao governo federal, se suspenso, o programa deixaria de atender quase 12 mil famílias que sofrem com a seca na região sudeste.

Depois de revertida a situação, no início de abril de 2015, as instalações das cisternas foram retomadas.

O programa representa um novo tempo para cerca de 60 mil pessoas das comunidades rurais, que há anos sofriam a severa estiagem que atinge o sudeste.