Polí­cia

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 2ª Delegacia Regional de Tocantinópolis efetuou, no final da tarde do último domingo, 27, a prisão de Elizon de J. S., 30 anos de idade. Ele é suspeito de ser um dos autores do homicídio, que vitimou Allen Pereira Rodrigues, fato ocorrido na noite do último sábado 26, no Setor Alto Bonito e foi capturado quando se encontrava na casa de parentes.

Conforme o delegado regional Thiago Daniel de Morais, logo após crime, as equipes da 2ª DRPC, com apoio dos delegados Teofábio Alves Siqueira e Leandro Risi Santos, deram início às investigações e conseguiram elucidar a autoria do homicídio. “Visando dar uma pronta resposta à sociedade, descobrimos que Elizon, em companhia de Rugieri B. L., vulgo “Véi”, foram os autores do homicídio e, desta maneira, intensificamos as buscas e prendemos o primeiro indivíduo, poucas horas após o crime”, ressaltou o delegado.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, Rugieri E. e Allen estavam em uma festa, no Setor Alto Bonito quando, em determinado momento se encontraram e houve uma pequena discussão. Logo em seguida, Elizon segurou a vítima enquanto Rugierie, utilizando-se de uma faca, desferiu vários golpes em Alen, que não resistiu e veio a óbito no local.

Ainda segundo o delegado regional, a vítimas e os suspeitos possuíam desavenças, pois conforme apontaram as investigações da Polícia Civil, Allen havia furtado um aparelho celular de Rugieri e também roubado o comércio de propriedade dos pais de Elizon, há poucas semanas.

“Inicialmente, trabalhamos com a hipótese do crime ter sido motivado por vingança, uma vez que a vítima e os dois suspeitos têm passagem pela polícia e já haviam se desentendido em um passado recente, sendo que no roubo ao comércio, Allen teria agredido o pai de Elizon com um soco”, pontuou o delegado.

Após ser preso, Elizon foi conduzido à sede da Central de Flagrantes da Polícia Civil, onde foi autuado por homicídio qualificado e, em seguida, recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Tocantinópolis, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

As investigações continuam no sentido de localizar e prender, Rugieri B. L., o qual é apontado como o segundo autor do homicídio e encontra-se foragido.  

Por: Redação

Tags: Polícia, Polícia Civil, Tocantinópolis