Cultura

Foto: Divulgação

A combinação de fibra de buriti, tecidos e argila deu vida à coleção “Fava de Bolota” do grupo de Artesãs Cataquara de Taquaruçu. Vasos, bonecas e cestos resgatam a identidade e a técnica local, além de incorporar referências da Fava de Bolota, árvore símbolo do Tocantins. Os artesanatos semeiam empreendedorismo e sustentabilidade através da iniciativa do Sebrae Tocantins e Projeto de Estruturação Turística de Taquaraçu.

Formado por 18 artesãs, o grupo Cataquara desenvolve produtos com tipologias diversificadas como bordados, acessórios de moda de material reciclado, crochê, cerâmica, pinturas, bonecas de pano, patchwork, cestaria de palha de babaçu, entre outros produtos. Para a nova coleção, as artesãs receberam a orientação do designer Sérgio Matos, conhecido internacionalmente por criar móveis inspirados no artesanato.  

Para o superintendente do Sebrae Tocantins, Omar Hennenann, a união do artesanato por meio do design aumenta o valor agregado. “Isso significa para o artesão que, não basta ter o talento de produzir um item com qualidade, é necessário que essa peça traga detalhes diferenciais. O superintendente completou que quando esses diferenciais citam a cultura de uma região como Taquaruçu, o valor é ainda mais estimado.

 Valorização

De acordo com Sérgio Matos, a coleção “Fava de Bolota” irá priorizar a valorização da identidade e técnica de Taquaruçu com vistas ao mercado de alta decoração. “Nossa consultoria de design, na fusão com o artesanato, desabrocha em produtos que transbordam a identidade local e ofícios artesanais que são elos das raízes ancestrais. Não produzimos apenas para feiras e eventos, mas para fomentar o mercado da alta decoração. Cerâmica, cestaria e têxteis incorporam a inspiração frondosa elaborada com a força e delicadeza do feminino”, justificou.