Campo

Foto: Divulgação O termo tem como objetivo mapear, identificar, classificar e caracterizar, a produção de peixe em cativeiro O termo tem como objetivo mapear, identificar, classificar e caracterizar, a produção de peixe em cativeiro

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden) assinam nessa quarta-feira, 06, às 10h, no Memorial Coluna Prestes, um termo de cooperação técnica para a realização do Censo da Produção de Pescado no Tocantins.

O termo tem como objetivo mapear, identificar, classificar e caracterizar, a produção de peixe em cativeiro, traçando o perfil dos produtores e das propriedades, indicando seu nível de estruturação e competitividade e se há a existência de regiões com características de arranjo produtivo ou com potencial para serem organizados como tal.

De acordo com o presidente do Ruraltins, Pedro Dias, para a execução do Censo, o órgão irá dispor de técnicos especializados na metodologia de coleta de dados e aplicação do questionário de pesquisas em piscicultura. “Os trabalhos de campo para aplicação dos questionários serão coordenados pelo Ruraltins e a tabulação dos dados coordenados pela Seden. Ao final, o Censo permitirá aos técnicos do governo, instituições e empresas terem um retrato da atual realidade da piscicultura tocantinense”, disse o presidente.

Recursos

A parceria envolve transferência de recursos financeiros para o Ruraltins, no valor de R$ 350.000,00 (trezentos e cinquenta mil reais), originários do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE), para execução das atividades previstas no Plano de Trabalho, como a aplicação dos questionários nas propriedades com áreas hídricas propícias ao desenvolvimento da piscicultura.

O termo de cooperação terá prazo de vigência de até um ano, a partir da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado de comum acordo entre as partes,  mediante termo aditivo.